Líder do governo na Aleac ironiza o movimento ‘fora Dilma’ do Acre

O líder do governo na Assembleia Legislativa (Aleac), deputado Daniel Zen (PT), em pronunciamento na tribuna do parlamento estadual, na manhã de ontem, ironizou o movimento ‘Fora Dilma’. O ato ocorreu em quase todas as federações do país, no último domingo. E no Acre teve uma baixa adesão.

Segundo o parlamentar, o manifesto que pede o impeachment da presidente foi um fracasso no Brasil inteiro. Em tom de ironia, Zen lembrou que apenas cerca de 300 acreanos foram às ruas para protestar, além de afirmar também que a Rede Globo foi a principal ‘organizadora’ do evento.

“Os repórteres da emissora se misturaram aos manifestantes, fizeram o chamamento e abriram os microfones para os gritos de fora Dilma. Mas não fazem isso quando acontece um protesto contra o tucano Geraldo Alckmin. Ouvi dizer que iria ter uma manifestação aqui, no Acre, mas não vi. Se alguém viu, por favor, reportar aqui na tribuna”, disse.

Um dos organizadores do movimento no Acre, Breno Silveira, em sua página no Facebook, questionou a falta de respeito do parlamentar em relação ao protesto. Ele acusou o líder do governo de não se interessar por movimentos sociais que não estejam aparelhados.

“Acredito que o nobre deputado não sabe se ocorreu o movimento no domingo, primeiro por não ter coragem para participar. Segundo, por não estar acostumado com movimentos sociais de base não aparelhados e que seus manifestantes não recebem nenhuma forma de ‘incentivo’ para participar. Pergunto-me se um deputado que acha interessante ironizar um movimento social tem uma visão republicana”, disse Breno.

Assuntos desta notícia