Comércio acreano se anima com a proximidade do Dia das Mães

O Dia das Mães é considerado a melhor data para o comércio. Só perde para o Natal. Por isso, o comércio acreano se anima em oferecer opções para todos os bolsos e gostos. A boa expectativa em presentear as mamães é confirmada pela pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomercio/AC), que aponta a intenção de 88% dos participantes em comprar presentes até o próximo domingo, 10.

Os perfumes ainda são os presentes mais escolhidos entre os entrevistados, com 22% da aprovação; seguido de roupas, com 17%; e calçados, com 16%. Dentre os locais de preferência dos consumidores para as compras no Dia das Mães, o shopping center da cidade é a preferência, com 36%. Outros 28% devem comprar os presentes em ‘comércios de rua’.

“O movimento está baixo ainda. Quando chega no sábado, a loja fica cheia. Bem, esperamos que seja assim este ano também”,  afirma  Aparecida Feitosa, gerente de uma loja especializada em calçados.

“A expectativa é de muita cautela. Se vender os mesmos números do ano passado, já vai ser uma grande vitória. Não aguardo um crescimento surpreendente. Existe uma crise econômica no governo estadual e federal e que, de fato, prejudica o setor. As pessoas este ano devem buscar presentes que custam até, no máximo, R$ 90,00. Os setores de perfumaria, bijuteria e eletro devem se destacar melhor”, ressaltou um empresário local.

A pesquisa da Fecomercio/AC foi realizada pelo Instituto Fecomercio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac) entre os últimos dias 20 a 25 de abril, pesquisa referente às previsões de gastos para o Dia das Mães. O objetivo é demonstrar ao mercado as possibilidades para as compras de varejo.

Fiscalização – O Procon Acre deu início no último dia 30 à Operação Dia das Mães em Rio Branco. A iniciativa visa dar prioridade à fiscalização de estabelecimentos que comercializam móveis, eletrodomésticos e eletrônicos.

A fiscalização tem o objetivo de verificar as ofertas e publicidade, precificação dos produtos, formas de pagamento, política de troca, garantias e todas as informações a que o consumidor tem direito.

Segundo a chefe da Divisão de Fiscalização do Procon, Francisca Britto, a ação pretende também prevenir qualquer prática com infração ao direito dos consumidores que vão comprar presentes para a data.

“O comércio já está orientado quanto às práticas que precisam adotar para que o consumidor não seja lesado. Caso seja detectado algum tipo de irregularidade durante a fiscalização, o estabelecimento será autuado e em seguida será aberto processo administrativo que pode levar à aplicação de sanção ou de multa”, afirma Britto.

O consumidor que tiver qualquer denúncia ou reclamação pode ir até o atendimento do Procon na OCA, ou ainda por meio do telefone 3223-7797/151 ou pela página do Procon no Facebook: Procon/Ac.

Assuntos desta notícia