Pular para o conteúdo

Bairro Taquari será transformado em área de treinamento militar

Na manhã desta sexta-feira, 26, o secretário estadual de habitação Jamyl Asfury recebeu a imprensa com café da manhã para apresentar as principais ações em andamento. O projeto em destaque é a reurbanização do bairro Taquari e também o trabalho das equipes governamentais para uma nova entrega de casas na Cidade do Povo, em agosto.

O bairro Taquari está localizado em uma área de risco da capital acreana, por isso está em processo de desapropriação. Até o momento, 400 famílias já foram removidas a partir do recebimento de novas unidades habitacionais. A segunda entrega deste ano na Cidade do Povo, o montante deve subir para 1.033. E a equipe da Sehab calcula que até o fim do ano as 2.771 residências da localidade estarão completamente desocupadas.



Por isso, o Governo do Estado apresentou projeto ao Ministério das Cidades e Integração para reurbanização da área do Taquari. “O projeto é inovador e o objetivo é levar qualidade ambiental para a região. Não podemos deixar que as famílias retornassem para aquele local, logo estamos preocupados com a reurbanização”, alerta Jamyl.

Uma parte do projeto se destina a um parque público. A proposta é, principalmente, voltada ao reflorestamento, plantio de bambu e ser um espaço de lazer para a sociedade.  “O projeto ainda está se definindo, pois estão sendo delineadas opções de baixo custo, devido à possibilidade de que, novamente, a alagação invada aquele perímetro. Então estamos discutindo algo tipo pista de caminhada e bosque”.

Outra parceria é com o Exército Brasileiro e Polícia Militar para que parte da área seja cedida para treinamentos. “Então será feito a manutenção da fiscalização e aproveitamento adequado pelas instituições de segurança. São áreas grandes e propícias para treinamentos”. Projeto similar será desenvolvido na Cadeia Velha, na qual a área de treinamento será cedida ao Corpo de Bombeiros.

Durante a tarde houve a primeira reunião do Conselho Estadual de Habitação neste ano. Formado por várias entidades afins, o conselho reúne representantes da prefeitura, CUT, secretarias de Estado como de Planejamento e Direitos Humanos com os representantes de bairro, um importante canal de diálogo e debate para a melhoria da realidade local.

error: Conteúdo protegido!!!