Pular para o conteúdo

Gazetinhas 31/07/2015

* “Quarenta dias de greve, ninguém aguenta mais”.

* O desabafo não é de alguém do governo, nem de um professor, ou mesmo de algum aluno…



* As palavras são do bom padre Mássimo Lombardi, que, assim como toda sociedade sensata, não aguenta mais a guerra que se instalou em torno da Educação estadual.

* “É possível o diálogo entre governo e grevistas?”, sugere ele.

* E continua:

* “Primeiro passo é abandonar as armas.

* Segundo é querer o bem comum e não o seu próprio interesse.

* Terceiro é acreditar na cultura do encontro e do diálogo, como ensina o Papa Francisco”.

* É isso aí, padre.

* Oremos!

* Depois de tanto orgulho e dias perdidos, só Jesus na causa mesmo.

* Enquanto isso, mais uma manifestação, na manhã de ontem, deixou o trânsito caótico, no Centro da cidade.

* Dessa vez, os grevistas fecharam nada menos do que o Terminal Urbano, por 20 minutos…

* O suficiente para provocar sérios transtornos.

* Em frente à Casa Rosada, os servidores pediam para que uma comissão fosse recebida pela vice-governadora, Nazaré Araújo, uma vez que o governador Tião Viana cumpre agenda fora do Estado.

* Até o final da tarde, continuavam sem resposta.

* Receba-os, governador…

* Estenda a bandeira branca.

* Se o caminho da paz é sempre a melhor escolha, que seja trilhado por ambos os lados.

* O telefone toca.

* É um leitor inconformado com as quedas de energia, que voltaram a acontecer, nos últimos dois dias.

* “Escolheram os dias de calor infernal, será?”, reclamou ele.

* Olha o mau humor!

* Mas é de tirar qualquer um do sério mesmo.

* Na tarde de quarta-feira, o Segundo Distrito ficou horas sem energia.

* E, ontem, diversos bairros da Capital sofreram novamente com o “apagão”.

* Em nota, a Eletroacre informou que “está apurando as causas da interrupção”.

* Sem mais.

* Alô, cowboys e cowgirls!

* Todo mundo atento à venda de ingressos falsificados para os shows nacionais da Expoacre.

* Os organizadores do evento conseguiram descobrir a tempo a armação da quadrilha e estão alertando os consumidores para que só façam a compra nos pontos autorizados.

* De fato, os ingressos são bem parecidos com os originais, mas não tem o principal, que é o magnetismo necessário para liberação na catraca.

* É o barato que pode sair caro.

* Além, é claro, de ser desonesto.

* Deputado federal Flaviano Melo passou por um susto daqueles, ao passar mal, durante uma viagem ao Peru.

* Ele segue internado no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, para se recuperar de uma insuficiência cardíaca, mas passa bem.

* Boas energias pra ele.

error: Conteúdo protegido!!!