Pular para o conteúdo

Ministro do Esporte conhece Cidade do Povo e elogia modelos esportivos

A Cidade do Povo possui duas praças da Juventude, que integram esporte, lazer e cultura . (Foto: Secom Acre)
A Cidade do Povo possui duas praças da Juventude, que integram esporte, lazer e cultura . (Foto: Secom Acre)

O governador Tião Viana recebeu na manhã deste sábado, 4, o ministro do Esporte, George Hilton, e apresentou alguns dos investimentos esportivos do Governo do Estado junto ao Minha Casa, Minha Vida, as Praças da Juventude I e II da Cidade do Povo. Os espaços mesclam cultura, esporte, educação e lazer num lugar só, beneficiando principalmente a população jovem, mas também adultos e idosos.

A Praça da Juventude I dispõe de quadra de areia, campo de futebol society, vestiários masculino e feminino, sanitários e administração, onde também funciona uma pequena biblioteca e atividades de capoeira e jiu-jitsu. Já a Praça da Juventude II tem quadras poliesportivas e de vôlei, pista de skate, anfiteatro aberto, academia ao ar livre, parque infantil, pista de caminhada, além de espaços reservados para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e abrigo para viaturas da polícia.



George Hilton não escondeu a surpresa de ver um modelo tão aproveitado pela comunidade de mais de 10 mil pessoas que hoje moram na Cidade do Povo. “Esse é o modelo que a gente tem que fazer no Minha Casa, Minha Vida em todo o Brasil. Vocês conseguem unir lazer, educação e esporte num único lugar”, disse o ministro que arriscou até mesmo entrar na roda de capoeira da praça.

O governador Tião Viana ressaltou que: “Aqui já foram entregues mais de 2.200 casas a custo zero para pes-soas que viviam em áreas de risco, que todo ano tinham suas residências alagadas pelo rio. Com o apoio do governo da presidente Dilma, as colocamos numa região que oferece principalmente novas oportunidades”.

Além da Cidade do Povo, o ministro visitou ao lado do governador Tião Viana e do prefeito de Rio Branco Marcus Alexandre a empresa de call center Contax e o Centro Cultural Lydia Hammes, onde pode conhecer um pouco melhor a história do Acre por meio de fotografias históricas. (Samuel Bryan / Agência Acre)

error: Conteúdo protegido!!!