Pular para o conteúdo

MPAC e órgãos parceiros levam cidadania à comunidade da Transacreana

A comunidade da estrada Transacreana, em Rio Branco, recebeu equipes do Ministério Público do Estado (MP/AC) e órgãos parceiros durante a 20ª edição do projeto ‘MP na Comunidade’, que ocorreu no sábado, 26. O evento, que reuniu milhares de pessoas em busca de serviços de cidadania, ocorreu na Escola Municipal Rural Terezinha Miguéis, Km 58, na Vila Verde.

Nesta edição, o MP/AC contou com dois novos colaboradores: equipes da Eletrobrás, que promoveram roda de conversas com líderes comunitários para debater sobre os projetos de energia para a região da Transacreana e acadêmicos do curso de Direito da Universidade Federal do Acre (Ufac), que tiraram dúvidas jurídicas da comunidade.



Uma das pessoas atendidas foi a professora Francisca Monteiro de Sales. Ela estava com o nome do pai errado na certidão de casamento e enfrentava muitos problemas burocráticos. Ela viu no projeto uma forma de resolver sua situação.

“O nome do meu pai na certidão de casamento é diferente do que está na carteira de identidade; então, enfrentava muitos problemas. Procurei o ‘MP na Comunidade’ para resolver esse caso e já sei como devo proceder. Para mim, foi muito proveitoso todo o serviço que encontrei aqui”, disse.

O serviço na Transacreana contou com 600 atendimentos. Durante todas as 20 edições, foram mais de 20 mil pessoas atendidas em todo o estado. Esta edição terminou com cerimônia do casamento coletivo.

Novo formato e parcerias – O coordenador do ‘MP na Comunidade’, promotor de Justiça João Pires, salientou que o projeto deve ser mais fortalecido no interior do estado no próximo ano e, na capital, apenas em caso especial como, por exemplo, no atendimento às famílias vítimas de enchente.

A Defensoria Pública do Estado do Acre e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AC) também estiveram presentes nesta edição para prestação de consultorias jurídicas e ajuizamento de ações.

Equipes do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) colaboraram com emissão de CPF e carteira de trabalho. O Cartório Loureiro e Pastoral da Criança também colaboraram. A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) e o Centro de Especialidades em Saúde do MPAC (CES/MPAC) fizeram atendimentos médicos. A Prefeitura de Rio Branco também marcou presença no evento.

“O projeto está consolidado, avançando cada vez mais e conquistando novos parceiros. Esse é um trabalho em prol do cidadão. Nós acreditamos que servir ao próximo é o melhor caminho”, destaca o procurador-geral, Oswaldo D’Albuquerque.

Projeto ‘MP na Comunidade’ chegou à sua 20ª edição e supera expectativas - FOTO ASCOM MPAC  (3)

error: Conteúdo protegido!!!