Pular para o conteúdo

Presidiário em condicional é morto a tiros após invadir casa de policial

Gilson Lucas da Silva, 36 anos, foi morto na madrugada de sexta-feira, 4, com dois tiros. Gilson é presidiário em liberdade condicional. Ele teria sido baleado após invadir a casa de um policial militar, na Vila Custódio Freire.

De acordo com informações, Gilson Lucas estaria desde abril em condicional. Ele cumpria pena por tráfico de drogas e homicídio.



Usuário de entorpecentes, Gilson teria tido um surto psicótico com visões na madrugada da última sexta-feira. Ele teria alegado estar sendo perseguido por vários homens. Armado com um pedaço de pau, Gilson teria invadido casas na Vila Custódio Freire, onde morava com a família.

Supostamente descontrolado, Gilson Lucas tentou entrar na casa de vários moradores. Chegou até a pular o muro da parte de trás da casa de um sargento da Polícia Militar, onde quebrou diversas telhas da área de serviço.

O sargento acordou e, sem saber do que se tratava, efetuou dois disparos. Os tiros atingiram Gilson no peito.

Uma equipe do Samu ainda foi acionada. Mas, ao chegar ao local, a vítima já estava morta.

Gilson Lucas da Silva
Gilson Lucas da Silva

 

error: Conteúdo protegido!!!