Na UTI, padre Paolino completa 90 anos e tem leve melhora

Há cinco dias internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco, o Padre Paolino Baldassari completou, ontem, 2, 90 anos, destes, 60 foram dedicados à comunidade católica do Acre, onde reside atualmente em Sena Madureira. O pároco deu entrada no hospital no último dia 28 após ter um súbito aumento de pressão.

Nas primeiras horas de seus 90 anos, a direção do Hospital de Urgência e Emergência informou que o padre teve uma leve melhora no seu quadro de saúde. Segundo o diretor Fabrício Lemos, os aparelhos que estão ajudando o padre a respirar estão sendo retirados aos poucos, assim como os remédios.

O religioso tem um quadro estável, mas ainda é grave e exige cuidados intensivos, segundo informou o diretor. Os medicamentos estão sendo retirados porque a pressão foi controlada, mas ainda está fazendo hemodiálise para ajudar no funcionamento dos rins.

O frei Renã Barros, que acompanha o estado de saúde do padre, disse que antes de Baldassari ser internado, a programação para os seus 90 anos iria começar com uma missa às 6h e um almoço ao meio-dia.

Em Sena Madureira, segundo o frei, terminou uma vigília na manhã deste sábado, que iniciou ainda na noite de sexta-feira, 1º. De acordo com Fidélis Amorim, que faz parte da coordenação paroquial do município, todos os moradores da cidade foram convidados para participar das correntes de orações.

O superior da Ordem dos Servos de Maria do Brasil, frei Charlie Leitão, também chegou ao Acre na noite de quinta-feira, 31, para acompanhar o estado de saúde do padre. (Tácita Muniz, do G1/AC)

Assuntos desta notícia