Inclusão social é tema de curso oferecido aos servidores da OCA

Os servidores da Central de Serviço Público (OCA) Rio Branco participaram do curso “Inclusão Social e Suas Novas Concepções: Estratégias de Atendimento nos Serviços Públicos”. A capacitação, realizada no auditório da instituição, teve início na segunda-feira, 11, e se encerrou na sexta-feira, 15.

A atividade teve o intuito de apresentar as estratégias adequadas no atendimento público de pessoas com deficiências intelectuais ou múltiplas, portadoras de Transtorno Global do Desenvolvimento ou Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Para a diretora da OCA, Margareth Cavalcante, as pessoas com deficiência precisam de um atendimento adequado, que respeite as diferenças. “A capacitação continuada dos agentes públicos da OCA contempla mudanças atitudinais e minimiza as barreiras de acessibilidade aos serviços públicos para as pessoas com deficiências ou transtornos”, afirma.

O curso foi ministrado por uma equipe multidisciplinar do Centro de Ensino Especial Dom Bosco, que também analisou as concepções nas relações interpessoais com a diversidade e verificou os avanços na legislação vigente em uma proposta de política pública social.

“Foi uma semana superinteressante. As pessoas participaram bastante e mostraram que aqui já existe atendimento pensando nas pessoas com deficiência”, declarou uma das facilitadoras do Dom Bosco, Giselle Soares.

Segunda a responsável pelo Acolhimento e pelo Serviço de Atendimento Itinerante Especial, Cristiana Maia, o curso de inclusão era uma necessidade que a central sentia. “Para a gente foi um conhecimento muito bom. O curso vai agregar qualidade ao atendimento.”

Assuntos desta notícia