Polícia Civil de Porto Acre transfere preso para Rio Branco para evitar linchamento

Raimundo Nonato Teixeira de Miranda, 22 anos, morador de Porto Acre, foi preso na última sexta-feira, 1º, após furtar uma espingarda de um morador da cidade. A vítima do furto comunicou o ocorrido à polícia, que, de imediato, conseguiu prender o acusado e recuperar a arma e restituí-la ao proprietário.

Preso Raimundo Nonato, segundo moradores, é daquelas pessoas que não dorme e não deixa ninguém dormir, por ser uma suposta ameaça de furtos durante a madrugada. A detenção dele deu um sossego à comunidade. Só que todos ficaram sabendo na tarde de segunda-feira, 4, que havia possibilidade de Nonato ser posto em liberdade.

A população teria decidido, então, que se o acusado fosse solto, seria linchado.

Quando a movimentação de moradores começou a ganhar volume, o delegado da cidade, Carlos Bayma, não pensou duas vezes. Ele reuniu policiais civis e militares e transferiu o preso para a Delegacia da 5º Regional. Ele será recambiado para o Presídio de Rio Branco, onde ficará à disposição da Justiça.

Polícia Civil de Porto Acre transfere preso para Rio Branco para evitar linchamento

Assuntos desta notícia