Gazetinhas 17/03/2017

*Foi batido o martelo.

*CPI do Transporte foi oficialmente montada.

*Presidente, relator e componentes (titulares e suplentes) já foram escolhidos.

*Mas quem disse que o debate foi tranquilo!

*Que nada, Leitor!

*A falta de consenso entre situação e oposição fez com que o presidente da Câmara, Manuel Marcus (PRB) chamasse para si a responsabilidade de escolher os nomes.

*Seguuuuura!

*Oposição foi à loucura.

*O desfecho todo mundo já sabe, né!

*Emerson Jarude acabou sendo excluído da Comissão.

*Mas, isso já era de se esperar.

*Ops, vamos deixar quieto.

*Em contrapartida, o vereador Roberto Duarte (PMDB) tá dentro.

*No que diz respeito a votos, isso não faz muita diferença, haja vista a oposição ser minoria.

*Maaaas…

*No quesito, preparo e conhecimento, a oposição esta bem representada.

*Duarte é bom de briga e não está disposto ver esta CPI terminar em pizza.

*Telefone toca.

*É o gaiato.

*Perguntou se foi legítima a retirada do nome de Jarude da CPI.

*Que é isso homi!

*Não faz pergunta difícil.

*Ririri.

*Brincadeiras a parte, esse é um bom questionamento.

*Roberto Duarte afirma que o critério de proporcionalidade não foi respeitado.

*Por ter dois representantes na Câmara de Vereadores, o PLS teria direito a uma vaga, porém, o partido foi rifado.

*Provavelmente o assunto será judicializado.

*A própria participação do vereador Roberto Duarte na CPI foi questionada.

*O assunto só se deu por encerrado após a Procuradoria da Casa Legislativa recomendar a inclusão de Duarte na lista de componentes.

*O primeiro signatário do requerimento pode ser membro, sim.

*Caso encerrado!

*Pelo menos no que diz respeito a esse questionamento.

*Claro que o assunto está longe de ser resolvido.

* Os trabalhos estão apenas começando.

*Barulho mesmo vai ter quando começarem as intimações.

*Mas, isso é papo para outra hora.

*E já que estamos falando do parlamento municipal…

* O julgamento do recurso de embargos de declaração do vereador José Carlos Silva, o Juruna (PSL), foi adiado.

*O adiamento teria ocorrido em razão da alegação de impedimento do desembargador Francisco Djalma de atuar no processo do parlamentar do PSL.

*A decisão é uma sobrevida para o mandato do parlamentar que está no ‘balão de oxigênio’.

*Esperar as cenas do próximo capítulo.

 

Assuntos desta notícia