Flaviano comemora maior adesão de médicos brasileiros ao Programa Mais Médicos

Em discurso, o deputado Flaviano Melo (PMDB) parabenizou o Ministério da Saúde pela política de ampliar a participação de brasileiros no Programa Mais Médicos. O parlamentar  destacou que a 1° chamada de reposição de médicos, que prioriza candidatos com CRM do Brasil, preencheu 99% das vagas – dos 1390 postos ofertados ,1.378 tiveram médicos do país alocados em 636 localidades. Deste total, cerca de 900 vagas que eram ocupadas por médicos cubanos passam agora a ser ocupadas por médicos nacionais.

O Mais Médicos conta com 18.240 profissionais de saúde, dos quais 11.429 cooperados cubanos (62,6%), 5.274 brasileiros formados no Brasil (29%) e 1.557 estrangeiros e brasileiros formados no exterior (8,4%). Segundo Flaviano, o Governo Federal pretende fortalecer a participação de médicos brasileiros e, gradualmente, substituir médicos cooperados por profissionais brasileiros. A meta é reduzir ,em três anos, para 7,4 mil a participação de cubanos e chegar a adesão de 7,8% mil médicos brasileiros no programa, o que representa mais de 40% do total de profissionais.

 Facilidades – Foi implementada , pela primeira vez, uma permuta de localidade que permite que o médico mude seu município de alocação por outro que esteja entre suas outras três outras opções. O Ministério da Saúde liberou também o ingresso no Mais Médicos de profissionais graduados em qualquer país, o que abriu maior possibilidade de brasileiros formados no exterior de atuarem no Brasil. Para Flaviano, o Mais Médicos veio humanizar o atendimento do usuário , ”e com o auxílio cada vez maior de médicos brasileiros”.

 

Assuntos desta notícia