Gazetinhas – 21/11/2017

*Segunda-feira tranquila, sem graça…
*Depois de um feriadão daqueles, parece que a vida demora a pegar no tranco outra vez.
*Com exceção da editoria policial, claro.
*Essa parece que não para nunca.
*É funcionário público encontrado morto em ramal;
*Mulher achada morta em quarto de hotel;
*Outro corpo resgatado no Rio Acre…
*Socorro!
*Dá até medo de tropeçar num defunto por aí!
*Parece exagero, mas o pior é que não é, não.
*Funcionário da Escola Benfica, na Vila Acre, liga pra contar que as tentativas de execução nas redondezas do bairro viraram tão rotineiras, que os bandidos nem se preocupam mais se há “testemunhas” por perto.
*Outro dia, na parada de ônibus em frente ao colégio, dois homens atiraram à queima roupa em outro que estava passando pelo local.
* “A parada cheia, eles chegarama pé (!), dispararam três tiros contra o jovem e foram embora, na maior. Nós, da escola, é que tivemos que correr pra socorrer. Fora as vítimas de assalto que socorremos quase todos os dias”, conta o servidor.
*No residencial Rosa Linda, a guerra de facções também está afetando a rotina dos moradores.
*Uma moradora do residencial contaque se receber qualquer visita diferente em casa, os líderes da facção que domina o bairro já mandam investigar se a pessoa pertence a algum grupo rival.
* “Tiram foto e vem nos perguntar de onde a pessoa vem. Não temos mais liberdade, viramos reféns dentro da própria casa!”, revela ela, indignada.
*A que ponto chegamos…
*Enquanto isso, na pitoresca política local…
*Dizem as boas línguas que o senador Gladson Cameli é tão democrático, mas tão democrático, que não se incomoda nem de curtir as postagens, nas redes sociais,do prefeito Marcus Alexandre, seu principal opositor nas urnas, nas eleições de outubro.
*Zero recalque, oras…
*Qual o problema?
*As más línguas dizem que o senador é “no sense” mesmo.
*Ô besteira!
*Mas o povo não perdoa, e as “curtidas” foram parar na página dos “memes acreanos” e nos grupos de zapzapda vida.
*E o acreano nem gosta, né?
*Deputada Eliane Sinhasique convida para o lançamento do segundo livro dela:
* “Como ganhar as eleições $em comprar votos – em 10 aulas e 30 lições”.
*Nesta quinta-feira, às 9h, no hall da Aleac.
*O Dim, claro, não segura a maledicência:
* “Vai ensinar o que se ela perdeu na última disputa?”.
*Ah, para com isso!
*Perdeu a última, mas ganhou experiência…
*E venceu bravamente como a vereadora mais bem votada da Capital, em 2012, e depois como deputada estadual, em 2014.
*É uma sobrevivente.
*Vai que é tua, pequena!

Assuntos desta notícia