Jovem é executado no Belo Jardim após se mudar para casa da mãe

Natael Silva de Moraes, de 23 anos, havia se mudado para a casa da mãe, no bairro Belo Jardim II, após sofrer uma tentativa de homicídio, na última sexta-feira, 17, na casa onde morava, no bairro Cidade do Povo, 2º Distrito de Rio Branco. Entretanto, dois dias após a mudança, Moraes foi morto a tiros, na tarde de segunda, 20, na Travessa do Lago.
Ao G1, o delegado Rêmulo Diniz, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que o jovem foi alvejado por dois suspeitos que estavam a pé e passaram no local.
A polícia havia ido atender a ocorrência de outro homicídio no mesmo bairro quando foi informada da execução de Moraes. Uma pessoa foi presa em flagrante.
“Ele sofreu esse novo atentando e morreu. A DHPP chegou antes mesmo da Polícia Militar (PM-AC) como é de costume ocorrer, e efetuamos uma prisão em flagrante. O autor foi interrogado e esteve acompanhado de um advogado. Estamos tomando as providências para a conclusão do flagrante dele”, destacou o delegado.
Diniz afirmou ainda, que as duas mortes registradas nos bairros Belo Jardim e Belo Jardim II, até o momento, não tem ligação. A segunda vítima de execução no local permanece sem identificação.
“Pelas investigações, mesmo as mortes tendo sido próximas, não há conexão. Um crime ocorreu quando dois autores em uma moto passaram e dispararam e no outro caso os indivíduos estavam a pé. Inicialmente não há vínculos”, afirmou. (Quésia Melo / G1 Acre)

Assuntos desta notícia