Obras da nova linha e subestação em Assis Brasil entram na reta final

A Energisa Acre está finalizando a construção de uma nova linha e subestação localizada em Assis Brasil, distante 163km da capital, Rio Branco. As obras tiveram início em julho de 2019 e a previsão é de que em dezembro de 2020 entrem em funcionamento, contribuindo assim para a melhoria da qualidade do fornecimento de energia na região. O investimento para a realização do projeto foi de aproximadamente R$ 52 milhões.

Obras custaram mais de R$ 50 milhões e contribuirão para a melhoria da qualidade do fornecimento de energia na região (Foto: Assessoria Energisa)

Atualmente, o município conta com o fornecimento de energia a partir da usina termoelétrica que tem limitação no suprimento de energia para o município e região. A ativação da nova subestação vai eliminar essas restrições de fornecimento e ainda vai reduzir as emissões de gás carbônico e a eliminação do consumo de óleo diesel usados na geração de eletricidade.

Os empreendimentos irão triplicar a oferta de energia na região. Ao todo, são 380 torres e 110km de linha de Distribuição para conectar Assis Brasil ao Sistema Interligado Nacional (SIN). A medida vai beneficiar mais de 7,5 mil clientes do município acreano.

“A construção da linha e subestação aumentarão a capacidade de fornecimento de energia à região para atender aos nossos clientes, criando condições favoráveis para novos investimentos e ainda contribuir para o desenvolvimento econômico e social. As obras são prioridades para a Distribuidora, pois conseguiremos proporcionar uma energia confiável, limpa e de qualidade. Além de estar em um ponto estratégico de fronteira internacional entre Brasil e Peru”, destaca o diretor-presidente José Adriano Mendes Silva.

Construção da linha vai favorecer condições para novos investimentos, além de ser um local estratégico na fronteira internacional entre Brasil e Peru (Foto: Assessoria Energisa)

Retrospectiva das Grandes Obras 

Em 2019, a Energisa Acre fez duas grandes entregas. A primeira delas foi a Subestação de Epitaciolândia com um investimento de R$ 18 milhões que hoje duplicou a capacidade de energia para a região do Alto Acre beneficiando as cidades de Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri.

A segunda entrega foi a subestação de distribuição de energia Alto Alegre com investimento de R$ 17 milhões que atende as cidades de Rio Branco, Porto Acre, Bujari e as vilas do V e do Incra. (Assessoria Energisa / Comunicação EAC)

Assuntos desta notícia