Professor pode ter sido estrangulado até a morte no Bairro Quinze, dizem peritos que atenderam a ocorrência

Um caso emblemático foi registrado na noite de quarta-feira (11). O corpo de um homem de 45 anos foi encontrado amarrado em cima de uma cama e já estado avançado de decomposição, em um apartamento no Bairro Quinze, na Rua 16 de Outubro, em Rio Branco. Trata-se do professor de História, José Geraldo Alves. Ele morava sozinho e desde domingo (8) estava desaparecido. O educador foi encontrado sem vida pela proprietária do apartamento, que acionou a Polícia.

José Geraldo era professor da Escola Estadual José Rodrigues Leite, que fica no Centro de Rio Branco. Ele era natural de Itabira – Minas Gerais e atuava na rede pública de ensino do Acre há alguns anos.

Os peritos do Instituto Médico Legal (IML) não encontraram marcas de perfurações pelo corpo. Há um indicativo que ele tenha sido estrangulado.

O corpo de José Geraldo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso. (Noticias da Hora)

Assuntos desta notícia