Secretário de Bocalom diz que “petistas” nomeados serão exonerados após “transição de informações”

As nomeações de ao menos quatro pessoas que fizeram campanha para os ex-prefeitos Marcus Alexandre (PT) e Socorro Neri (PSB) no gabinete do prefeito Tião Bocalom (PP), que renderam bastante polêmica sobretudo nas redes sociais, levaram o secretário de Planejamento e da Casa Civil, Artur Neto, a explicar por meio de sua página no Facebook que os atos têm por objetivo “a transição de informações e procedimentos adotados pela antiga gestão e sua adequação aos novos servidores que são e serão nomeados pela nova gestão. Além do mais, esses servidores que pertencem ao quadro anterior detém conhecimento que não participarão da nova gestão e após a transição de informações serão exonerados”, afirmou.

De acordo com o secretário, o prefeito Tião Bocalom estabeleceu como meta na sua gestão a formação da sua equipe nos primeiros 100 dias e nesse “período há total possibilidade que ocorram remanejamentos, transferências, exonerações, caso haja necessidade”.

Ele acrescentou, porém, que o setor responsável pelos decretos de nomeação cometeu um equívoco e nomeou três membros da equipe da gestão anterior, quando na verdade era para manter apenas um, que capacitará o grupo escolhido pela atual gestão.

As nomeações

O prefeito Tião Bocalom nomeou ao menos quatro pessoas em seu gabinete que fizeram parte das administrações de Marcus Alexandre e Socorro Neri. Duas delas, irmãs, Marisanta Afonso e Gerlúcia Afonso de Almeida Magalhães foram filiadas ao PT e fizeram campanha para a prefeita Socorro Neri.

Marisanta vai exercer o cargo em comissão de assessora técnica na Coordenaria de Assuntos Jurídicos e Atos Oficiais do Gabinete do Prefeito com um salário quase R$ 7 mil.

Gerlúcia Afonso de Almeida Magalhães vai ocupar o cargo de assessora jurídica na Coordenadoria de Assuntos Jurídicos e Atos Oficiais do Gabinete do prefeito com um salário de cerca de R$ 8 mil.

Ambas aparecem em fotos nas redes sociais em campanha para a agora ex-prefeita Socorro Neri, do PSB, que foi a principal adversária de Bocalom no pleito. As imagens, porém, se tornaram raras. É que após nomeadas, elas excluíram seus perfis no Facebook. (Noticias da Hora)

Assuntos desta notícia