Campanha SOS Acre: MPAC envia 56 toneladas de donativos para desabrigados em Sena Madureira e Tarauacá  

Por meio da Campanha “SOS Acre”, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) com a ajuda de seus apoiadores vêm promovendo uma grande corrente de solidariedade ao estado do Acre movimentando todo o país. Nesta quarta-feira, 24, foi enviado para as cidades de Sena Madureira e Tarauacá, 56 toneladas de itens de primeira necessidade para a população atingida pelas cheias dos rios. A procuradora-geral de Justiça Kátia Rejane de Araújo Rodrigues esteve pessoalmente em uma das cidades promovendo a entrega, inclusive, nas comunidades ribeirinhas atingidas.

A Campanha SOS Acre é uma realização do MPAC, tendo como parceiro o Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) e apoiadores, como empresários, artistas, entidades representativas do Ministério Público, da magistratura, MPs, sociedade civil, Associações nacionais, Instituições Federais, entre outros. Até a próxima sexta-feira, novas entregas devem ocorrer nas demais cidades acreanas atingidas pelas inundações dos rios.

Duas carretas, além de carros do MPAC, saíram de Rio Branco levando kits de alimentação, limpeza, higiene pessoal, kit bebê, fralda geriátrica e água mineral para a população. A presidente do TJAC, desembargadora Waldirene Cordeiro, também esteve presente na ação. Ainda pelo MPAC, participam da entrega os promotores de Justiça Thalles Ferreira, Pauliane Mezabarba e Luis Henrique Rolim, além da juíza do TJAC, Andrea Brito.

“Essa é uma força-tarefa que o MPAC vem empreendendo, juntamente com nossos parceiros nessa ação, a fim de não apenas cumprir com a função social que nos compete, mas, acima de tudo, levar um gesto humanitário e de solidariedade à população vulnerabilizada por todo esse caos. Agradeço a cada parceiro que está contribuindo conosco para amenizar um pouco a dor de milhares de pessoas nesse momento”, disse a procuradora-geral de Justiça do MPAC, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues.

Até o momento, foi contabilizado R$ 577.452,98 em doações advindas de 4.809 apoiadores de todo o país, que se sensibilizaram com a situação de emergência pública que o Acre enfrenta e que já configura um dos momentos mais críticos de sua história, pois além da inundação dos rios, o estado também lida com o agravamento da pandemia do coronavírus, surto de dengue, e uma crise migratória na fronteira com o Peru.

Numa comunidade Ribeirinha de Sena Madureira, o produtor rural Clebson de Oliveira foi um dos beneficiários da campanha SOS Acre. Na ocasião, ele falou sobre a importância da ação do MPAC e lamentou as perdas que teve com a alagação. “Nós perdemos toda a nossa produção, verduras e hortaliças, essa ajuda é muito importante. É muito importante mesmo pra nós. Minha família tem seis pessoas e nós perdemos tudo”, disse o produtor rural. (Ascom/MPAC)

Fotos – Tiago Teles

 

 

 

 

Assuntos desta notícia