Estudantes da Educação no Campo devem ficar atentos ao retorno das atividades do ano letivo de 2020

Diante das adversidades de um ano atípico, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE),  tem se empenhado para garantir a continuidade do ensino aos alunos da rede pública, sobretudo na modalidade de Educação no Campo, que, além dos desafios da pandemia, enfrentam a incidência do período chuvoso na região, ocasionado pelo inverno amazônico.

A equipe de gestão, do ensino e de logística do Departamento da Educação do Campo tem desenvolvido estratégias pedagógicas para contemplar os 38.778 estudantes das regiões rurais. Tendo em vista os desafios do acesso as unidades do campo, a comunidade escolar adapta as resoluções de ensino em um formato específico, dentro das condições de cada aluno.

Devido ao aumento de casos de Covid-19, a Educação, seguindo as medidas sanitárias estabelecidas pelo novo decreto estadual, retornou às atividades de ensino de forma não presencial, para o encerramento do ano letivo de 2020, na última segunda-feira, dia 8, que será concluído em março.

Posteriormente, haverá um recesso em abril, com retorno para o início do ano letivo de 2021 previsto para maio, que será executado de acordo com o cenário da pandemia no Acre.

Diante das adversidades de um ano atípico, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE),  tem se empenhado para garantir a continuidade do ensino aos alunos da rede pública, sobretudo na modalidade de Educação no Campo, que, além dos desafios da pandemia, enfrentam a incidência do período chuvoso na região, ocasionado pelo inverno amazônico.

A equipe de gestão, do ensino e de logística do Departamento da Educação do Campo tem desenvolvido estratégias pedagógicas para contemplar os 38.778 estudantes das regiões rurais. Tendo em vista os desafios do acesso as unidades do campo, a comunidade escolar adapta as resoluções de ensino em um formato específico, dentro das condições de cada aluno.

Devido ao aumento de casos de Covid-19, a Educação, seguindo as medidas sanitárias estabelecidas pelo novo decreto estadual, retornou às atividades de ensino de forma não presencial, para o encerramento do ano letivo de 2020, na última segunda-feira, dia 8, que será concluído em março.

Posteriormente, haverá um recesso em abril, com retorno para o início do ano letivo de 2021 previsto para maio, que será executado de acordo com o cenário da pandemia no Acre.

Levando conhecimento às regiões mais isoladas

Além de construir a metodologia de ensino, a equipe da Educação do Campo elabora ações de acompanhamento pedagógico, monitorando as atividades remotas, como as audioaulas e videoaulas, veiculadas pelo Programa Escola em Casa, desde a paralisação das aulas presenciais. “90% dos alunos da comunidade escolar do campo acompanham as aulas por meio de material impresso, fornecido pela SEE, devido à falta de acesso à TV e ao rádio”, salienta Priscila Pinheiro, chefe de divisão.

A SEE intensificou a elaboração e distribuição de kits pedagógicos aos estudantes, bem como a entrega de cerca de 420 novos computadores da marca Dell, nas unidades rurais.

Segundo Silvia Carla Maciel, chefe da Divisão de Gestão das Escolas do Campo, a equipe elaborou, ainda, um banco de dados de atividades pedagógicas. “Todas as escolas do campo do estado terão acesso ao banco, compartilhando conhecimento e proporcionando um ensino-aprendizagem linear”, disse. (Jorge William / Secom Acre)

Assuntos desta notícia