Coluna Beth News – 27/04/2021

Apesar dos percalços da pandemia, a professora Augusta Freire surpreendeu a filha Sophia com a festa que ela mais queria ganhar em seu aniversário em plena segunda-feira, dia 26.

Muito querida pelos amigos, Meyre Manaus foi aniversariante da semana passada e comemorou com o marido Juarez Di Cezaris, em São Paulo. Parabéns, amiga, e muitas bênçãos!

Na época do apartheid, a população sofria com as restrições raciais, entre elas, a liberdade política limitada para àqueles que eram negros, ou seja, havia um depreciamento na cidadania, mesmo que todos compartilhavam da mesma nacionalidade.

Atualmente, o país se encontra ainda em uma estrada de objetivos a serem alcançados, previsto por Mandela durante seu período como presidente, visto que o povo sul-africanos ainda vive em certas condições precárias, uma vez que a África do Sul não possui total liberdade econômica. Diante disso, o Comunica UEM promove uma discussão: até onde essa liberdade ocorre de fato? 27 de abril é considerado o Dia da Liberdade na africado Sul que assim como no Brasil seguem rumos ameaçadores.

Maria Graça Costa com a filha Vitória em seu aniversário no modo resguardo de pandemia sem perder a animação jamais.

A bacharela em Direito Ana Paula Marques deixando a semana dos nossos leitores bela e leve como sua linda figura.

Nova direção na Secom, agora conduzida pelo jornalista Rutembergue Crispim, que além de experiente, conhece bem o Estado. Crispim possui humildade suficiente para lidar com qualquer situação, sendo uma de suas principais características. Silvania Pinheiro permanece em sua principal função, que exerce com maestria há vários anos. A mais fiel escudeira do governador Gladson Cameli.

Depois de quebrar a “internet” bebendo vinho de lingerie, a cantora Iza fez ensaio fotográfico exibindo poderoso black power natural e contou que o segredo do tratamento tem sido essencial para a beleza e crescimento do cabelo disputadíssimo por várias marcas de cosméticos. Poderosa que fala, né?


NEWS

*Curioso como as pessoas passam o dia, na vida e em rede social, defendendo violência física contra crianças como “método de educação”, dizendo que “cada mãe e pai sabe o que é melhor para o seu filho”, defendendo todo e qualquer macho que apareça dizendo ser vítima de acusação falsa, de ex vingativa e interesseira, alienação parental, pipipipopopo,  julgando, condenando e desacreditando mulheres que denunciam a violência masculina que elas e seus filhos sofreram(principalmente se o macho for rico ou famosinho), passando pano pra omissão, negligência, irresponsabilidade e violência masculina (sim, só para masculina!), para abandono paterno, pedindo empatia e  “segunda chance” para agressor, infanticida, feminicida, estuprador porque eles entraram pra igreja ou passaram na globo ganhando abraço do Dráuzio Varella, defendendo submissão feminina, usando citação bíblica pra justificar tudo isso, para depois se dizerem indignadas quando aparecem os corpos infantis (sim, só corpos infantis, e brancos, claro!) Mortos e destruídos pela violência, e claro cobrando denúncia (???), “justiça”, culpando outras vítimas que só denunciaram quando os corpos apareceram… U É, o que vocês esperavam além de uma pilha de corpos? Jizus Craiste!!!

*Corretores e donos de imobiliárias protestaram contra o fim dos serviços presenciais no 1º Ofício de Registro de Imóveis, localizado na avenida Ceará.

* Sempre tive muito respeito pela ANVISA, principalmente pelo rigor nas aprovações de medicamentos. Mas não dá para dizer que a instituição não foi aparelhada e que agora trabalha com interesses políticos e ideológicos.

Desde que o presidente Jair Bolsonaro foi eleito, o órgão já liberou mais de mil agrotóxicos, alguns inclusive que são banidos mundo afora, e numa velocidade impressionante. Mas não libera a vacina Sputnik V de jeito nenhum, uma burocracia gigantesca que em tempos normais, seria até louvável, mas em plena pandemia o país perder 40 milhões de doses por questões burocráticas, sendo que a vacina já é utilizada em mais de 60 países, milhões de pessoas vacinadas, sem relatos de ocorrências graves e com estudos em revistas científicas das mais respeitadas no mundo todo comprovando sua eficácia, é de dar raiva. Está difícil ser brasileiro.

*A gente se alimenta dos guardados. Aqueles que um dia nutriram nosso ser com as gentilezas do ensinar, doar, ajudar, sensibilizar. Foi assim que me construí.

*A falta de atenção em memorizar informações cruciais está em 100% das pessoas. As informações servem inclusive para a salvar a própria vida. O pouco caso em aprender e em assumir o controle sobre esse ato explica tudo sobre o momento desesperador enfrentado hoje por toda a humanidade.

*JULGAR MENOS E AJUDAR MAIS O PRÓXIMO É A REFLEXÃO DA SEMANA. DEUS ABENÇOE TODAS AS FAMÍLIAS NESTE MOMENTO TÃO PERIGOSO DA PANDEMIA NO BRASIL, ESPECIALMENTE NO ACRE, COM A FLEXIBILIZAÇÃO. LEMBRANDO SEMPRE QUE A FELICIDADE NÃO ESTÁ NAS COISAS GRANDIOSAS, NO LUXO, NO REQUINTE. A FELICIDADE MORA ONDE EXISTE PAZ.


Beth Passos                                                  
E-mail: 
[email protected] 

Instagram: @beth_news_
Facebook: Beth News 


Assuntos desta notícia