Pular para o conteúdo

Famílias de autistas pedem respeito após presidente da Câmara considerar ato ‘politiqueiro’ 

O movimento feito pela Família Azul de Senador Guiomard (AC), em favor dos autistas, foi criticado pelo presidente da Câmara Municipal de Senador Guiomard, Magildo Lima, do PP. Ele alegou que no meio do ato existem pessoas ‘fazendo política’, em referência a ex-secretária de educação, Adriana Rogéria.
Adriana Rogeria, presidente da Afasg, disse que é uma vergonha para um vereador usar a tribuna para atacar a causa dos autistas em Senador Guiomard.  “Vereador, tenha vergonha, o único que quer politizar isso é você. Se você acha que o problema não existe, saia da tribuna e visite as 90 crianças autistas e escute da boca das próprias mães se tem necessidade ou não. Vergonhoso para um representante do povo atacar uma causa social tão necessitada e carente. As famílias estão vendo. A associação repudia qualquer ato politiqueiro em torno da associação. Mais respeito com as famílias”, declarou.
O vereador de Rio Branco Emerson Jarude criticou a postura do presidente da Câmara Municipal daquela cidade, Magildo Lima (PP), que chamou o ato de “politiqueiro” ao defender a prefeita Rosana Gomes (PP).
“Eu quero deixar registrado uma situação que aconteceu contra as famílias autistas de Senador Guiomard. A gente fica muito triste quando percebe os direitos dos autistas sendo violados. Eles fizeram um ato em defesa e tiveram uma resposta do poder público, uma retaliação, foram chamados de ‘politiqueiros’. Era um movimento legítimo”, encerrou.