Pular para o conteúdo
Susto

Oficial de Justiça é ‘preso’ por invasores de terra, em Porto Acre

De acordo com o oficial, ele estava na companhia de outras quatro pessoas, quando percebeu que os moradores queriam mantê-lo preso na localidade. "Eles quebraram a ponte, colocaram carro no meio da estrada e pedaços de árvores para impedir o acesso para saída"

Um oficial de justiça identificado como James Kley foi mantido em cárcere privado por supostos invasores de terra no município de Porto Acre, a oito quilômetros de Rio Branco. O caso ocorreu na última terça-feira, 31, e foi confirmado nesta quinta-feira, 2, pelo Tribunal de Justiça do Acre.

Segundo relatos do oficial, ele cumpria mandado de notificação de despejo e, após uma conversa tensa com os moradores, percebeu, que um grupo se articulava para dificultar a saída e mantê-lo preso na localidade, inclusive com ameaças.

Ele estava na companhia de outras quatro pessoas. “Eles quebraram a ponte, colocaram carro no meio da estrada e pedaços de árvores para impedir o acesso para saída”, lembra.

 

Apesar do susto, o oficial conseguiu contato com a diretora da Vara Cível de Porto Acre, que contactou policiais do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar. Eles estiveram no local e conseguiram fazer a liberação da equipe. De acordo com o TJAC, todas as medidas possíveis, para assegurar a integridade física e funcional do oficial foram adotadas.