Pular para o conteúdo
Contra o narcotráfico

‘Operação Juruá’ cumpre 22 mandados de prisão e de 12 de busca e apreensão em Cruzeiro

A operação conta com 50 policiais federais e civis, que cumprem 34 ordens judiciais expedidas pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas de Rio Branco, sendo 12 de busca e apreensão domiciliar e 22 de prisão preventiva

A Força Tarefa de Segurança Pública composta pelas polícias Federal, Civil e Militar, deflagrou, nesta quarta-feira, 1, a Operação Juruá, em continuidade às ações operacionais direcionadas contra organizações criminosas atuantes no narcotráfico e crimes violentos que operam dentro e fora do sistema prisional do estado do Acre.

A ação é decorrente de uma investigação que teve início no final de 2020, oportunidade em que policiais da Força Tarefa cumpriram diversos mandados de busca e apreensão em residências de integrantes vinculados à organização criminosa investigada na cidade de Cruzeiro do Sul.

A operação conta com 50 policiais federais e civis, que cumprem 34 ordens judiciais expedidas pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas de Rio Branco, sendo 12 de busca e apreensão domiciliar e 22 de prisão preventiva.

Todos os mandados foram cumpridos no município de Cruzeiro do Sul. Os investigados exerciam relevantes funções na facção sendo considerados lideranças regionais.

Com base em novos elementos de prova colhidos durante a investigação, outros integrantes da mesma organização criminosa foram identificados e hoje foram alvo de uma nova operação.

Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidas drogas e dinheiro proveniente do tráfico de entorpecentes.

A maioria dos indivíduos presos já respondia por delitos graves como roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Agora, serão indiciados pelo crime de integrar organização criminosa (artigo 2º da Lei 12.850/2013), cuja pena varia de 3 a 8 anos de prisão.