Pular para o conteúdo
MEGAOPERAÇÃO

Operação integrada das forças de Segurança terá duração de 10 dias na região da Tucandeira

Operação começou na sexta-feira, 15, e tem como foco localizar armas, drogas e prender foragidos nas Justiça

Uma megaoperação entre as polícias do Acre, que iniciou na sexta-feira, 15, ocorre na região da Tucandeira, localizada na BR-364, e nos ramais das proximidades. A ação é integrada entre o Grupo Especial de Fronteiras (Gefron), Polícia Militar, Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros, e deve durar por pelo menos mais 10 dias.

As equipes contam com um ponto fixo na Tucandeira, mas, de lá, se deslocam para alguns ramais das proximidades que podem servir de fuga, como o Ramal Progresso, Ramal do Pica-Pau, entre outros. O coronel Ulysses Araújo, que está à frente da operação, explicou que a ação é preventiva e tem como foco localizar armas, drogas e prender criminosos foragidos da Justiça. 

“Está tendo uma operação na região de Jaci Paraná e no Abunã, em Rondônia, de reintegração de posse de muitas terras, que vai durar mais de um mês. Então, para evitar que durante essa reintegração pessoas que estejam com mandados em aberto e criminosos que estão lá passem para o Estado, estamos com essa ação preventiva com policiamento de 24 horas na Tucandeira”, disse.

Segundo o coronel, os mandados que devem ser cumpridos são de latrocínio, homicídio, roubo, tráfico de drogas, feminicídio, entre outros. Ulysses disse, ainda, que não é possível dar uma parcial do que já foi apreendido, somente após o fim da operação.