Pular para o conteúdo
caso de polícia

Jovem é flagrado transportando corpo com pernas decepadas no rio Môa, interior do Acre

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul para os exames cabíveis e posterior identificação

Nervosismo entregou o acusado ao ser abordado por militares do exército (Foto: Cedida)

Um jovem de 19 anos, identificado como Claudinei Sombra dos Santos, foi preso em flagrante na noite de sábado, 15 de janeiro, depois de ser encontrado com o corpo de um homem no barco em que navegava pelo Rio Môa, zona rural do município de Mâncio Lima, interior do Acre.

Até a publicação desta matéria, a vítima ainda não havia sido identificada, mas o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul para os exames cabíveis e posterior identificação. Segundo informações da polícia, o homem foi morto a tiros e teve as pernas decepadas, o que pode caracterizar, além do crime de homicídio qualificado e tentativa de ocultação de cadáver, o crime de tortura.



Corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal, em Cruzeiro do Sul, para os exames cabíveis e identificação (Foto: Cedida)

A prisão do acusado se deu durante uma patrulha de rotina feita por militares do Exército, que avistaram o rapaz no rio e o pararam. Apesar de ser um procedimento de rotina para garantir a segurança dos moradores da região, os militares alegaram que o suspeito estava visivelmente nervoso, o que os motivou a inspecionar a carga, encontrando, assim, o corpo da vítima.

As polícias Civil e Militar foram acionadas e conduziram o acusado à Delegacia. Em depoimento, Claudinei declarou não saber o nome da vítima, mas disse que o matou após um desentendimento e estava navegando sem rumo, na expectativa de se livrar do corpo.

O crime será investigado pela Polícia Civil.

error: Conteúdo protegido!!!