Acreano bom – Jornal A Gazeta

Acreano bom

Todo acreano é bom… Mas, o bom acreano é aquele que, após o almoço no Centro, come de sobremesa aquela bananinha frita com açúcar e leite condensado.

O bom acreano é aquele que come pão de milho, ovos, carne moída e verduras a qualquer hora do dia! E se acompanhado de um suco bem gelado de cajarana, o dia está pago!

Temos tradições tão peculiares, seja na culinária ou no jeito de contar histórias, que, sem dúvida, nos torna um povo diferenciado.

O acreano é um povo vaidoso. Não admite sair de casa de sandália de borracha e se for ao shopping, então, paga de patrão. Se tiver condições, troca de carro todo ano. E se não tiver, dá um jeito. O importante é ter um possante com aquele cheirinho bom.

O programa preferido é ir ao Calçadão da Gameleira e olhar para o Rio Acre como se fosse o próprio oceano. Se ele tiver cheio, fica até difícil encontrar um bom lugar na beirada para admirar a paisagem.

 “Mas, acreano só come é? Não! Mas, faz parte, né?”

Depois de algumas reflexões, o bom acreano atravessa a passarela e vai para a Feira de Economia Solidária, no Novo Mercado. Afinal, ninguém é de ferro. Desova as crianças nos brinquedos e se acaba no quibe de arroz, no tacacá e depois no churros.

Mas, acreano só come é? Não! Mas, faz parte, né? Acreano do pé rachado conta história das fichas e nos passes de ônibus. Ressalta que ir ali no Quinari era quase uma longa viagem.

Conta e aumenta (afinal ninguém é de ferro) um pouco sobre as festas e dos shows do Zezé Di Camargo na praia da Base, fala de caboquinho da mata e tantas outras histórias…

Os mais antigos lembram que ali mesmo no Calçadão da Praça da Bandeira está enterrada uma urna com dinheiro, jornais e outras coisas para mostrar para as futuras gerações como se vivia no Acre.

Porque nem se passou tanto tempo assim, mas mudanças importantes já aconteceram. Hoje, não dormimos mais de janela abertas. Após muitas reivindicações, já temos um supermercado com funcionamento 24h. Apesar disso, o forró no Senadinho é a segunda confirmação de que se trata de uma sexta-feira. A primeira vem do Chico Pinheiro ao encerrar o Bom Dia Brasil falando “Porque graças a Deus é sexta-feira/ É vida que segue”.

E a vida segue mesmo…

 

BRUNA LOPES é jornalista

jornalistabrunalopes@gmail.com

Assuntos desta notícia