EDITORIAL – Jornal A Gazeta
  • Quem ainda não entendeu

    A prefeita da Capital, Socorro Neri, compreendeu a gravidade da situação e, como se noticiou, tomou a iniciativa de se reunir com o secretário de Segurança Pública para debater e cobrar medidas contra os chamados “arrastões” em ônibus do transporte coletivo que somariam quase 100 ocorrências só este ano.   Leia mais

  • Valendo para todos

    Com a aprovação da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) pela Assembleia Legislativa de R$ 5,9 bilhões para o próximo, com uma diminuição de R$ 100 milhões a menos do que este ano, a lógica e a conduta do Governo do Estado e demais poderes recomendam um bom planejamento e, sobretudo, austeridade na administração desses recursos.   Leia mais

  • Não dá para entender

    Decididamente, há certas situações no atual Governo que não dá para entender e, como diz o jargão, nem Freud explica. É o caso da licitação de um jatinho, referendada ontem, que ficará à disposição do governador para sua locomoção para dentro e fora do Estado.   Leia mais

  • Não dá mais para aceitar

    A ida do secretário de Segurança Pública, Paulo Cézar, à Câmara Municipal é uma boa oportunidade para debater outro problema grave que está ocorrendo na Capital. Como se divulgou ontem, segundo dados do Rbtrans foram registrados só este ano 95 assaltos ou “arrastões” a ônibus, levando pânico à população e revolta aos motoristas que ameaçam …   Leia mais

  • Por partes

    Em seu programa de rádio “Fale com o Governador”, o governador Gladson Cameli afirmou, com certo exagero e impropriedades, que os maiores problemas de sua administração não estariam na Saúde, na Segurança Pública e outros setores, mas no “ego” dos seus secretários, assessores e aliados.   Leia mais

  • E o Acre como fica?

    Por conta da nova e insana política ambiental do atual Governo Federal e das sandices que vem sendo proferidas pelo presidente da República sobre a questão, tudo leva a crer que o Fundo da Amazônia está com os dias contados, com graves consequências e prejuízos financeiros para a região, inclusive para o Acre.   Leia mais

  • Passando dos limites

    Passou dos limites essa contenda entre a juíza de Execuções Penais, Luana Campos, e a direção do Iapen, com troca de graves denúncias, e instâncias superiores precisam intervir para restabelecer a ordem e o bom senso antes que ocorra alguma tragédia de consequências imprevisíveis.   Leia mais

  • Agora vai?

    Em sucessivas entrevistas concedidas nos últimos dias, o governador Gladson Cameli avalia como positivos os seis primeiros meses de sua administração. Com a devida vênia e a julgar pelos graves problemas registrados em setores nevrálgicos do setor público tal afirmação não se sustenta.   Leia mais

  • Falando demais

    Sempre muito falante e pouco objetivo, o governador Gladson Cameli fez uma série de graves denúncias de irregularidades e corrupção em alguns órgãos públicos que ele próprio precisa explicar para a sociedade com detalhes como funcionam, quem são os envolvidos e que medidas estão sendo tomadas para desmantelá-las e punir com o rigor da lei. …   Leia mais

  • No mínimo, polêmica

    Em entrevista a uma emissora de televisão, na manhã de ontem, o governador Gladson Cameli fez uma declaração, no mínimo, polêmica, ao afirmar que os policiais estariam “com medo” de serem punidos pelo Judiciário no enfrentamento com os fora-da-lei, a bandidagem.   Leia mais