Daniel Zen contesta rombo financeiro no Orçamento apresentado por Gladson – Jornal A Gazeta

Daniel Zen contesta rombo financeiro no Orçamento apresentado por Gladson

O deputado Daniel Zen (PT) contestou os números apresentados pelo governador Gladson Cameli (Progressistas) na última quinta-feira (7) em coletiva à imprensa na Casa Civil. Zen disse que o anúncio de déficit no Orçamento de mais de R$ 580 milhões no início do governo é enganoso e não poupou criticas a equipe econômica de Cameli.

“Falar em déficit orçamentário no início do ano é engodo. Só dá pra falar em déficit ou superávit no final do exercício financeiro. E tanto a secretária de Fazenda quanto o secretário de Planejamento sabem disso. Ou, ao menos, deveriam saber”, pontuou ele.

O parlamentar petista explicou que só há déficit no Orçamento se caso o que foi arrecadado seja inferior à receita orçamentária prevista. “A receita (financeira) realizada no mês de janeiro de 2019 foi superior à receita orçamentária prevista. Se continuar assim até o final do ano, o déficit orçamentário anunciado não será problema”. E acrescenta: “O problema se dá quando a receita realizada é menor que o orçamento previsto. Ou quando a despesa realizada é maior que a receita realizada”, pontua Zen.

Finalizando, Zen disse que a retomada das obras anunciadas por Gladson Cameli só será possível devido ao montante que estava em caixa e que pode ser utilizado com finalidade específica. São recursos para investimentos. “O déficit que ele alega ter é de despesas correntes / de custeio”, explica.

 

Assuntos desta notícia