Eles precisavam dessa atenção – Jornal A Gazeta

Eles precisavam dessa atenção

A inauguração, hoje, dia 30, do Centro de Atendimento ao Autista “O Mundo Azul” é uma prova incontestável do olhar diferenciado que a gestão municipal está dedicando às pessoas com o transtorno autista e também aos seus familiares. A Prefeitura de Rio Branco está de parabéns por investir para concretizar este centro, tão almejado por este público.

O centro atenderá crianças na faixa etária de 2 a 12 anos, diagnosticadas com o Transtorno do Espectro Autista (TAE). Trata-se de um serviço pioneiro, que possui integração com as pastas municipais da Educação e de Assistência Social, junto com a parceria do “Rancho Dubai” de equoterapia, e que vai oferecer atendimento multidisciplinar especializado, com salas de integração sensorial, voltado a pessoas autistas para que obtenham efetiva melhora em sua funcionalidade, autonomia e participação social.

O transtorno autista está cada vez mais presente no nosso dia a dia. Pessoas que o possuem não podem ser excluídas da nossa sociedade. Pelo contrário, precisamos desenvolver todo o seu potencial e incluí-las. Por isso é que esse centro era um espaço muito esperado por pais e familiares que estão carentes desta atenção.

Obras como essa engrandecem a nossa cidade. Ao dar atendimentos de Fisioterapeuta; Psicólogo; Terapeuta Ocupacional; Fonoaudiólogo e Assistente Social às crianças autistas, estamos formando cidadãos mais preparados para não só se integrar, mas também somar à nossa comunidade. Não é política feita para pequenos grupos de pessoas (e minorias), e sim política pensada de forma macro, para apostar e não desperdiçar o potencial das pessoas.

Assuntos desta notícia