Primo de adolescente morto ao tentar assaltar PM ameaça família de policial – Jornal A Gazeta

Primo de adolescente morto ao tentar assaltar PM ameaça família de policial

DA REDAÇÃO

Pablo Rodrigues usou sua página no Facebook para ameaçar o policial que teria atirado contra um adolescente, na capital acreana, durante um assalto a uma residência na última sexta-feira. O fato aconteceu no Bairro Canaã e a casa invadida era do próprio policial que efetuou os disparos.
Rodrigues, que é primo do adolescente morto, compartilhou a imagem do parente e escreveu: “Descanse em paz, só tenho a dizer isso, primo. Mas o cara que matou ele tem filho, né? Pois vigia que vai ficar tenso”.
Felipe Russo, major da Polícia Militar do Acre (MP-AC), explica que, durante a ocorrência, o policial foi informado que sua casa estava sendo invadida e foi até lá para verificar a informação.
Ao chegar à própria casa, ele viu o adolescente e outros dois homens dentro do domicílio. Ao verem o militar, os dois suspeitos fugiram, mas o adolescente permaneceu no lugar.
“Esse policial estava de serviço e se deslocou ao local pensando que havia parentes na residência, porque, quando ele foi trabalhar, a sogra e outros familiares tinham ficado na casa. Depois que os dois indivíduos se evadiram, o adolescente foi pra cima do policial com uma pistola tentando atirar nele. Para se defender, o militar realizou disparos também e o menor foi a óbito”, explica Russo.
Segundo o major, a pistola que o adolescente portava era semiautomática. Porém, ele não conseguiu efetuar nenhum disparo porque a arma estava travada durante a tentativa de assalto.
Ele fala ainda que o menor foi atingido na região do tórax, mas não soube especificar quantos tiros foram efetuados contra ele. Russo diz que o policial vai ser encaminhado para a Corregedoria da PM-AC.

Assuntos desta notícia