Acre ganha menção honrosa na edição nacional do Prêmio Iel de Estágio

Depois de receber o Prêmio Iel de Estágio na etapa estadual, categoria empresa pública, o projeto da estagiária em Psicologia do Centro Casa Rosa Mulher, Maria Liliane Gomes dos Santos, intitulado “Psicologia como instrumento de ressignificação para a vida de mulheres em situação de violência”, novamente obteve reconhecimento ao merecer menção honrosa na etapa na-cional da premiação. O evento aconteceu no dia 19 de novembro, na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília (DF).

Quem a representou, bem como a superintendência regional da instituição, foi a coordenadora de Estágio do Iel-AC, Marjha Braga de Souza. Segundo ela, esta foi a primeira vez que o Estado ganhou destaque na etapa nacional do Prêmio. “Esperamos que seja a primeira de muitas”, comemorou.

Durante o tempo em que estagiou na Casa Rosa Mulher, por meio do Instituto Euvaldo Lodi (Iel), Liliane realizou atendimentos psicológicos individuais, que se deram por meio de encontros semanais, acompanhou grupos psicoterapêuticos e ainda organizou rodas de conversas em psicologia, fez estudos de casos e elaborou documentos, dentre outras atividades.

As ações da Casa Rosa Mulher, estimulando o trabalho da estagiária, visavam à quebra de paradigmas que possibilitassem à mulher em situação de violência a internalização do conceito de que a violência é inaceitável e insustentável em qualquer tipo de relacionamento.

“Nosso objetivo é abrir um espaço para que elas possam expor seu sofrimento. Trabalhamos para melhorar a auto-estima, permitir que elas quebrem o ciclo de violência e de isolamento em que vivem”, afirmou Liliane para a publicação especial do Prêmio Iel de Estágio 2009.  (Ascom Fieac)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation