Alunos de educação ambiental da Semeia visitam a Utre

educadores

Educadores Ambientais


Objetivo é orientá-los quanto à gestão de resíduos sólidos e sua destinação final

Alunos do programa de formação de educadores ambientais Coletivo Educador Samaúma, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia) visitaram ontem, 26, as instalações do novo aterro sanitário de Rio Branco (Utre).

A visita faz parte do módulo de Gestão de Resíduos Sólidos e Poluição. E tem por objetivo apresentar aos alunos a destinação correta do lixo. Além de conscientizá-los para a coleta seletiva dos resíduos sólidos.

Para a professora Paula Lacerda, essas aulas de campo possibilitam aos alunos uma visão maior sobre o tratamento e destinação correta dos resíduos sólidos. “O objetivo é orientar os alunos com relação à gestão de resíduos sólidos e sua destinação final, assim eles serão os responsáveis por orientar a comunidade”, explicou a professora.

Na Utre, os alunos observaram o tratamento das diversas modalidades de resíduos sólidos produzidos na nossa cidade. Cada resíduo tem sua destinação especifica.  Além disso, os alunos constataram que é possível viver em harmonia homem e natureza. As nascentes existentes dentro da área da Unidade estão sendo recuperadas e serão preservadas sem qualquer risco de contaminação.

Segundo o aluno de educação ambiental, José Félix Alves de Brito, a experiência de hoje ajuda na sua formação como educador ambiental. Ele ver a Unidade de Resíduos Sólidos como um ganho para as futuras gerações. “O que eu aprendo aqui, é que isso vai beneficiar não só a mim, mas aos meus filhos e netos”, enfatiza José Félix. (Assessoria)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation