Eleitores do Bujari serão identificados por suas digitais

 O Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) anunciou oficialmente, esta semana, o recadastramento biométrico para o município do Bujari. Nas eleições do ano que vem, o eleitor bujariense será identificado por seu título eleitoral, documento com foto e por suas digitais. O objetivo desse cadastramento é excluir a possibilidade de uma pessoa votar por outra, tornando impossível a fraude ao procedimento de votação. A expectativa do TSE é de que em dez anos, todos os estados do país tenham urnas com esse sistema..

O processo de biometria e recadastramento no Bujari será presidido pela juíza da 9ª Zona, Dra. Mirla Regina. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, Desembargador Arquilau de Castro Melo, afirmou que a meta é recadastrar cem por cento dos eleitores do município vizinho. “Está é mais uma ferramenta da justiça eleitoral contra qualquer tentativa de fraude nas eleições”, explicou..

 Para isso, a partir do próximo dia 15 de dezembro até o dia 28 de janeiro de 2010, todos os 6.730 eleitores do Bujari deverão comparecer ao Centro de Cultura e Florestania, das 9h às 17h, para realizar o seu cadastro. Durante esse período, serão colhidos dados, fotos e impressões digitais do eleitor. Serão 05 guichês permanentes de atendimento para realizar o trabalho.”O recadastramento biométrico funcionará de segunda a sábado, com interrupções somente no Natal e Ano Novo. Se for necessário, podemos prorrogar o atendimento por mais tempo”, disse Rosana Magalhães, presidente da comissão responsável pela biometria..

 Para fazer o recadastramento, explica Rosana, “o eleitor não pode esquecer de levar o seu título, um documento com foto e um comprovante de endereço para ser atendido”..

 A nova tecnologia já foi utilizada nas eleições de 2008. A urna eletrônica com leitor biométrico foi testada em Colorado do Oeste (RO), Fátima do Sul (MS) e São João Batista (SC). Por meio dessas urnas, o Brasil terá não só a votação mais informatizada como também a mais segura, pois não haverá dúvidas quanto à identidade de cada eleitor..

 

(Fonte: Ascom/TRE)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation