Prefeitura entrega escola de ensino infantil no bairro Alto Alegre

preffff
“Nós queremos uma escola pública melhor do que a particular”, disse o prefeito Raimundo Angelim ontem pela manhã, 3, durante a solenidade de entrega da escola municipal de ensino infantil Eufrosina Silva de Oliveira, no bairro Alto Alegre. Criada em 20 de dezembro de 1992, na gestão do prefeito Jorge Kalume, a escola atendia inicialmente a 121 crianças de 1ª a 2ª séries. Com a reforma e ampliação, o espaço ganhou nova estrutura e passou a contar com mais duas salas de aula, diretoria, coordenação, refeitório, sala de multimeios e novos banheiros. A cantina foi ampliada com o objetivo de atender todas as crianças em suas necessidades e especificidades. Com isso, a escola amplia o atendimento para 338 crianças dos bairros Alto Alegre, Montanhês, Tancredo Neves, Jorge Lavocat, Adalberto Sena, Vila Nova e Novo Horizonte.

 A obra orçada em mais de R$ 648 mil, apresenta área construída de 896,17m², distribuídos em dois andares. A escola conta com novos banheiros, com sanitários adaptados para portadores de necessidades especiais e novas instalações hidro-sanitárias.

 “A escola Eufrosina é um exemplo particular do trabalho que vem sendo feito pela prefeitura na reestruturação e reforma das escolas. Tínhamos, aqui nesse espaço, a intenção de am-pliar a escola, mas não dispúnhamos de terreno, a solução encontrada foi a construção de um segundo piso”, explicou o secretário municipal de Educação, Moacir Fecury. “A escola é um patrimônio que dever ser preservado na comunidade e para as pessoas”, resumiu o secretário, referindo-se ao papel social da educação.

 Durante a solenidade, o prefeito Raimundo Angelim destacou a importância da parceria governo e prefeitura na melhoria da qualidade de vida da comunidade e disse que “não se faz melhoria de vida só trabalhando em ruas, praças; mas com educação”. Para o prefeito de Rio Branco, a garantia de uma escola de qualidade nos bairros facilita a educação das crianças que nele vivem. “Podem procurar. Em Rio Branco, na rede privada, onde estudam os filhos das famílias mais abastadas, não temos uma escola do nível das escolas que estão sendo construídas pela prefeitura. E ter escola no bairro é garantia de educação, de um futuro melhor, da possibilidade de seguir adiante, chegar à faculdade”, destacou Angelim. “Eu estava olhando pro rostinho de vocês e dizendo quanto é grande a nossa responsabilidade, porque nós queremos uma escola pública melhor do que a particular e estamos no caminho certo”, finalizou o prefeito, dirigindo-se às crianças.

 Para o proprietário do Café Contri, Adalberto Moreto, é muito importante a participação da comunidade nas ações desenvolvidas na escola. Moreto atua como “Amigo da Escola” e sabe o papel que a educação desempenha na vida das pessoas. “Boa parte das crianças que estudam aqui são filhos e filhas dos meus funcionários. Sempre levo as crianças para brincarem na área de lazer da nossa empresa, é um papel social que a gente desenvolve, assim como a escola cumpre o dela: que é o de formar e de ensinar”, destacou. (Ascom PMRB)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation