Tião Viana anuncia investimentos de R$ 81 mi para a Eletroacre

Tiao-senado_222
O senador Tião Viana anunciou ontem, às 10h, durante reunião com a classe empresarial, com o representante da direção da Eletroacre e com membros da Amac (Associação dos Municípios do Acre), a destinação de R$ 81 mi para investimentos na qualidade de distribuição de energia elétrica no Estado. O recurso foi captado por meio do Banco Mundial, junto à Centrais Elétricas Brasileiras S.A. (Eletrobrás), no sentido de oferecer o capital necessário para a ampliação do plano de melhoria nos serviços da Eletroacre, compromisso firmado desde junho de 2008.

Ao todo, o empréstimo do Banco Mundial à Eletrobrás foi superior a U$ 700 mi para aplicações no desenvolvimento das companhias do Norte (Cerom, Cepisa, Ceal, Boa Vista Energia, etc). Do montante destinado ao Acre, 20 mi já foram usados em setembro e outubro deste ano. Os demais R$ 61 milhões serão empregados em 2010.

De acordo com Tião Viana, a captação destes recursos é muito importante para o Estado, tendo em vista que a distribuição de energia elétrica é um serviço que afeta a todos os setores acreanos, por isso, precisa ser melhorado. O senador conta que há uma grande preocupação da Bancada Federal em torno destes problemas que a distribuição de energia elétrica tem passado nos últimos 3 anos, o que inclui quedas freqüentes, prejuízos materiais a usuários e até a privatização deste serviço.

“De tal forma, nos reunimos com o representante da Eletroa-cre e vimos o quanto ele tem se empenhado para resolver estes impasses. Assim, tratamos de buscar recursos para ajudar a solucionar a atual conjuntura de forma gradativa, já com significativas melhoras para 2010, 11 e 12. Inclusive, a nossa meta é aprovar uma emenda com investimento superior a R$ 200 milhões para esse processo qualitativo. Mas, como ela só poderá ser votada no ano que vem, depois de recesso, já estamos adiantando este investimento de 81 mi para tranqüilizar a situação. Para mim, o mais satisfatório é dizer que os resultados estão sendo alcançados”, argumentou Tião Viana.

E parece que estão mesmo. Segundo Celso Matheus, representante local da direção da Eletroacre, a escassez de recursos é a maior preocupação desde que foi iniciado o plano de melhoria dos serviços da empresa, há cerca de 1 ano. “Os prejuízos causados têm sido grandes, pois faltavam verbas para fazer melhorias. Felizmente, parece que esta barreira está sendo superada. Com aplicação destes últimos R$ 20 mi, por exemplo, já conseguimos fazer muita coisa. O próprio usuário já pode reconhecer que houve uma grande melhora nestes últimos 2 meses”, ressaltou.

Conforme Celso Matheus, o plano de melhorias da Eletroacre é baseado em suprir completamente a demanda acreana num prazo de 5 anos (até 2014), baseada numa estimativa de crescimento de 8% de usuá-rios. Com o investimento de R$ 81 milhões será possível fazer obras na duplicação no Linhão que integra o Estado com o sistema nacional, aumentar a capacidade das 2 subestações da Capital (do Tangará e do São Francisco), assim como o seu quadro de usinas de alimentação, estender as malhas de distribuição para áreas rurais e minimizar problemas de manutenção preventiva.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation