TRE se prepara para identificação biométrica no Bujari

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) no Acre está em fase de qualificação de seus funcio-nários, que atuarão no recadastramento biométrico dos eleitores do Bujari. Nas Eleições 2010, os eleitores da pequena cidade vizinha à Capital será a primeira a testar o novo sistema de identificação a partir da impressão digital. Além disso, a Justiça Eleitoral quer recontar o eleitorado daquele município, que é maior que o próprio número de habitantes.

Durante todo o dia de ontem, servidores do TRE e da Prefeitura do Bujari foram capacitados para realizar o recadastramento biométrico, trabalho que deve ser concluído até maio. O tópico principal da capacitação foi sobre noções de biometria. Com este sistema de identificação, diminui-se as possibilidades de fraudes no dia da votação. O reconhecimento por impressão digital descarta por completo a chance de um eleitor se passar por outro.

“A biometria é uma tecnologia que permite identificar uma pessoa por suas características biológicas únicas, ou seja, elementos corporais que tenham diferenças particulares como a íris, a retina, a impressão digital, a voz, o formato do rosto e o formato da mão”, explica o portal do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Para Sandro Roberto, diretor-geral do TRE acreano, a biometria assegura a fidelidade do cadastro de eleitores, tornando praticamente impossível a fraude.

“Estou certo de que faremos o máximo para o êxito desse projeto. O envolvimento de todos será fundamental para o bom andamento dos trabalhos”, diz ele. Para assegurar uma qualificação segura nesse processo de mudança, na semana passada servidores do Tribunal Regional acreano, da área de Tecnologia da Informação, foram ao município paraibano de Cabedelo para participar de treinamento e acompanhar de perto o recadastramento biométrico.

A experiência será colocada em prática agora no Bujari. Em todo Brasil, mais de um milhão de eleitores, em 51 cidades, serão identificados pela impressão digital no pleito do próximo ano. Em 2008, a tecnologia foi utilizada pela primeira vez nas eleições municipais como projeto piloto em três municípios: São João Batista (SC), Colorado do Oeste (RO) e Fátima do Sul (MS).

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation