Pular para o conteúdo

Diante de fraco adversário, Juventus goleia em amistoso

JUVENTUS
Para pegar confiança, o adversário do AC Juventus não poderia ser melhor. Praticamente um treino/coletivo de ataque contra defesa, o representante acreano na Copa do Brasil não teve dificuldades para golear a fraca seleção de Xapuri, pelo placar de 6 a 0. O jogo foi realizado no final da tarde de sábado, no estádio Antônio Aquino, com uma boa presença da torcida.

Só para se ter uma noção do adversário, com apenas 1,22 minuto de bola rolando, o Clube do Povo já havia feito 2 a 0 com Jamil e Rosier, ambos em roubadas de bolas, fator positivo durante o jogo. O Juventus só voltaria a marcar aos 28minutos, quando o meia João Paulo arrancou e tocou na saída de Altemir. E para fechar a etapa inicial, o lateral Jonas arriscou da intermediária, surpreendendo o arqueiro.

Apesar da pegada, o retorno de Rosier, após tratamento de machucado, pouca valia teve, pois sentiu-se que a movimentação e a criação não é a mesma que o meia pode render. Mesmo sem apresentar muita criação, o Juventus voltou a marcar duas vezes com Marcelo Cabeção, uma em inversão de bola, soltando um torpedo, e outra de cobrança de falta, também sem chance para Altemir.

O ponto positivo é que na maior parte do tempo a defesa demonstrou boa qualidade, apesar de se cogitar que Mário Augusto e Silvão possam retornar a equipe titular. Os 11 que iniciaram o amistoso foram: Felipe, Antônio Marcos, Nick, Josimar, Hulan, Jonas, Jeferson, João Paulo, Rosier, Marcelo Cabeção e Jamil.

Destaque – Nenhum lance durante os 90 minutos arbitrados pelo árbitro Roney Casas chamou tanta a atenção quando das duas defesas cinematográficas do goleiro Felipe, ambas no mesmo lance. Raimundinho chutou de fora, a bola desviou, porém por puro reflexo Felipe espalmou, para sua infelicidade caiu nos pés de Messias que, na pequena área, emendou uma bomba, mas o goleiro juventino demonstrou excelente reflexo, defendendo novamente, sendo aplaudido pela torcida no presente no Florestão.
Xapuri – A Seleção de Xapuri é formada por jogadores do Amax (Associação dos Militares e Amigos de Xapuri) que tem a intenção de entrar no Estadual Profissional de 2011, segundo informou o presidente do clube, Airton Fernandes, o “Cachorrão”. Sua equipe foi o vice-campeão municipal, perdendo para o Nova Aliança.

O elenco foi formado por: Altemir, Santinho, Otávio, Arnaldo, Naldo, Léo, Rael, Rodrigo, Esquerda, Messias, Raimundinho, Raian, Gedean, Adriel, Simão, Carlos, Beto, Romário e Pereira. O técnico foi Paraná.

“Nova zaga” do Juventus quer derrubar mística contra grandes

Apesar de ser apontada como um dos piores elencos montados, a Adesg, em 2007, foi o último representante acreano a conseguir levar a decisão da vaga na Copa do Brasil para o segundo jogo. Nos últimos dois anos, com o Rio Branco FC, a classificação sempre foi definida no estádio Arena da Floresta e, em ambas, o vilão foi a defesa, o que pretende ser mudada este ano.

Último reforço na defesa juventina, o zagueiro Josimar chegou com uma ingrata tarefa: para o atacante Diego Tardelli, um dos maiores artilheiros no Brasil em 2009 e, juntamente com Adriano, o artilheiro do Brasileirão, com 19 gols. “E ele só não foi o artilheiro isolado por ter errado um pênalti, então por esse e outros motivos tenho certeza que estarei enfrentando um dos melhores do Brasil”, avalia Josimar, lembrando ainda que Tardelli é um dos preferidos para a Seleção Brasileira.

O zagueiro do Clube do Povo foi incorporado ao elenco justamente no empate em 2 a 2 do amistoso contra o Veneza, de Tarauacá, quando a zaga passou a ser duramente criticada. No entanto, Josimar lamenta que seu companheiro de zaga, Silvio, esteja no departamento médico, até mesmo pelo entrosamento que vinha construindo. “Dentro de campo sempre conversamos um com o outro e isso ajuda”, disse.

Quando se avalia a posição a preocupação aumenta ainda mais pelo fato do outro reforço para o setor, Mário Augusto, também está entregue ao departamento médico, recuperando de uma luxação adquirida no amistoso contra a seleção de Extrema. “Trabalhamos com três zagueiros e com dois zagueiros, mas a formação apenas o professor (Illimane Soares) é quem irá definir”, ressalta.