Obras da Central de atendimento de Xapuri são vistoriadas por Binho

ABBINHO
O governador Binho Marques visitou quarta-feira, 13, as obras de implantação da Organização Central de Atendimento ao Cidadão (OCA) de Xapuri. A unidade integra serviços de Estado no âmbito federal, esta-dual e municipal, e atende ao cidadão com vários serviços a partir de um único guichê e um só funcionário: emissão de documentos  como carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor, certidões de nascimento, casamento e óbito, e outros.  Xapuri é o segundo município a receber a unidade, que está sendo implantada no prédio que pertenceu à Casa de Aviação A Limitada, construído na década de 1920, no auge da economia da borracha, na antiga Rua do Comércio, hoje Rua 17 de Novembro. 

O prédio de arquitetura com tendência para art décor integra o Centro Histórico de Xapuri e está sendo restaurado para abrigar a OCA. A obra custa R$ 1.098.743,83 na construção de 648,84 metros quadrados. Os recursos são do Tesouro Estadual e o projeto é coordenado pela Secretaria de Estado de Obras Públicas. A obra emprega 45 trabalhadores, sendo que boa parte foi recrutada em Xapuri. “Trata-se de um investimento de extrema importância para Xapuri. Agradecemos o apoio que o governador Binho Marques vem dando para nosso município, trazendo mais qualidade de vida e inclusão so-cial”, declarou o prefeito Bira Vasconcelos.

Em centros convencionais, o cidadão tem de  percorrer vários guichês se precisar de mais de um serviço ou produto. Mas os benefícios da OAC de Xapuri vão além: “teremos um Centro de Inclusão Digital  com dez computadores”, informou Sídia Gomes, coordenadora estadual  do programa.  A OCA será o núcleo do Floresta Digital, que irá cobrir toda a cidade de Xapuri com uma nuvem de internet gratuita. O sinal será captado a partir da segunda quinze de março, data prevista para a OCA entrar em operação. A madeira usada para forro e aplicações laterais, cerca de 5,5 metros cúbicos, foi beneficiada no Complexo Indus-trial de Xapuri, onde se fabricam pisos e decks. Para o forro está sendo usado o cedro e  para o piso, jatobá.  “O desenho interno é original”, explicou Eduardo Vieira, secretário de Estado de Obras Públicas. 

A OCA de Xapuri  terá condições de atender a demanda de 500 pessoas ao dia e integra a Organização das Centrais de Atendimento ao Cidadão de Rio Branco,  cuja sede, de 10 mil metros quadrados, está sendo construída na confluência da Rua Quintino Bocaiúva com Avenida Brasil, no Centro da Capital acreana. A Secretaria de Gestão Administrativa, mantenedora do serviço em parceria com várias instituições, prevê breve  o início do funcionamento da unidade definitiva, cujas obras estão orçadas em cerca de  R$ 15 milhões. Em Xapuri, foram selecionados 45 funcionários para atender ao cidadão. Eles estão sendo treinados e preparados para o serviço. (Agência Acre)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation