Encontro entre professores discute língua e cultura indígena no Acre

O município de Plácido de Castro vai sediar no período de 22 de fevereiro a 1º de abril a décima etapa do Curso de Formação Intercultural e Bilíngue de Professores Indígenas. A qualificação é promovida pela Secretaria de Estado de Educação, por meio da Coordenação de Educação Indígena. O evento reunirá 223 professores indígenas das 14 etnias do Acre.

O encontro abordará os temas: Cultura, Língua indígena, Sociedade, Meio Ambiente e Saúde. Considerando a diversidade sóciocultural e linguística dos professores, estes serão distribuídos em grupos distintos, onde serão acompanhados por especialistas com amplo domínio das temáticas, que constituem questões de relevância para a construção dos projetos futuros dessas comunidades.

Na qualificação, os docentes também terão a oportunidade de receberem orientação técnica ministrada por profissionais da SEE sobre a Política Nacional de Educação Especial e de como identificar e trabalhar com crianças portadoras de necessidades espe-ciais. A iniciativa visa sensibilizar os professores quanto sua atuação diante dos alunos portadores de alguma deficiência.

Outro ponto alto do encontro será a discussão mediada pelo professor indígena e mestrando da Universidade de Brasília (UNB), Joaquim Mana, sobre o acordo ortográfico dos povos Huni Kui (Kaxinawa), que correspondem a 50% da população de índios no Estado. Devido estarem espalhados por terras indígenas e situações sócio  linguísticas diferentes, os Huni Kui necessitam do acordo para elaboração de material didático.   

“Esperamos com esta formação fazer uma reflexão sobre a escrita e as línguas, pois tudo isso se resume na valorização das culturas destes povos. Por conta de nosso atendimento e respeito com os povos indígenas, o Acre avançou muito em relação a outros estados”, comenta a coordenadora de educação indígena, Socorro Oliveira.

Durante a realização do curso, os professores terão acesso a atendimento médico, e participarão de atividades lúdicas desenvolvidas pela coordenação do evento. Essas atividades contam com a parceria da Prefeitura de Plácido de Castro, Funasa, Secretaria de Saúde, Fundação Elias Mansur, Fundação Garibaldi Brasil e Setur.

A décima etapa do Curso de Formação de Professores Indígenas vai de encontro com o Plano de Metas “Todos pela Educação” e é parte integrante do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Os cursos resultam da conjunção de esforços técnicos e financeiros da União, Governo do Estado e municípios.

De acordo com o último censo escolar, o Acre possui mais de cinco mil estudantes indígenas matriculados em 163 escolas da rede estadual de ensino, que estão distribuí-das pelas etnias Puyanawa, Nukini, Nawa, Shawãdawa, Jaminawa Arara, Apolima Arara, Manchineri, Shanenawa, Ashaninka, Madija, Katukina, Yawanawa, Shanenawa e Jaminawa. (Assessoria)

Serviços

Local: Plácido de Castro (Pousada da Floresta)
Abertura: 22 fevereiro
(segunda-feira)
Horário: 8 horas
Coordenadora: Socorro Oliveira
Contato: (68) 9978-6030

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation