Pular para o conteúdo

Governo recebe imóvel do Ibama em Xapuri

 Antiga fábrica de castanha dará lugar a fabrica de bolas ecológicas

O Ibama e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte, Turismo e Lazer (Setul), assinam hoje termo de cessão imóvel para a implantação da futura fábrica de bolas ecológicas e materiais esportivos em Xapuri. O evento terá a presença do secretário de Estado de Esporte, Turismo e Lazer, Cassiano Marques, do superintendente do Ibama no Acre, Anselmo Forneck, do prefeito de Xapuri, Francisco Ubiracy de Vasconcelos, do superintendente da Caixa Econômica Federal, Aurélio Cruz, autoridades municipais, presidentes de associações de moradores e de extrativistas da Resex Chico Mendes, diretores e alunos das escolas da rede pública estadual e municipal de Xapuri.

O Governo do Acre, por meio da Setul, em convênio com o Ministério do Esporte, desenvolve há mais de 10 anos o programa Pintando a Liberdade, que consiste na ressocialização de internos do Sistema Penitenciário por meio da fabricação de materiais esportivos.

Durante a solenidade, a Setul vai repassar 59 kits com 30 bolas cada e outros materiais esportivos, produzidos na unidade Francisco de Oliveira Conde, para todas as escolas estaduais e municipais existentes em Xapuri.

Com base na experiência do Pintando a Liberdade, a secretaria está conveniando junto ao Ministério do Esporte para a implantação em Xapuri do programa Pintando a Cidadania, ação que envolve pessoas em situação de vulnerabilidade social na produção de material esportivo.

O programa objetiva a inclusão social de pessoas residentes em comunidades carentes e o ingresso no mercado de trabalho. Os rendimentos são divididos conforme a produção. O material feito nas fábricas dos dois programas (bolas, bolsas, redes, camisetas, bonés e bandeiras) é utilizado pelo Ministério do Esporte e pela Secretaria de Estado de Esporte, Turismo e Lazer para a distribuição em núcleos dos programas Segundo Tempo e Esporte e Lazer na Cidade, em escolas e entidades sociais de todo o Acre, e em programas de fortalecimento do esporte e lazer como o Comunidade Ativa, contribuindo com outros estados do país e também do exterior.

A fábrica do programa Pintando a Cidadania em Xapuri será implantada, supervisionada e monitorada pela Secretaria de Turismo com a gestão de pessoas por meio de cooperativa de trabalhadores ou entidade não-governamental, para a produção de bolas 100% ecológicas e recicláveis, utilizando como matéria-prima o látex produzido na Reserva Extrativista Chico Mendes para a produção das câmaras de ar e dos laminados vegetais.

A tecnologia e produção em escala dos insumos já está desenvolvidas por meio da empresa Ecológica, sediada no interior de São Paulo, e que passa a adquirir o látex da Resex e se compromete a transferir sua linha de produção para o Acre.

A fábrica Pintando a Cidadania em Xapuri produzirá inicialmente bolas de futebol de campo, futsal, voleibol, handebol e basquetebol, empregando cerca de 320 pessoas diretamente, sendo 20 no gerenciamento, produção dos kits para costura, pintura em silkscreen, controle de qualidade e armazenamento, e 300 na costura de bolas mediante produção em suas próprias residências, e incrementará, num primeiro momento, o extrativismo com a inclusão de cerca de mais 100 famílias moradoras da Resex Chico Mendes.

A fábrica Pintando a Cidadania em Xapuri gerará não só emprego, trabalho e renda a população em risco social, mas propiciará o desenvolvimento sustentável da Floresta Amazônica, já que os insumos que comporão a matéria prima serão oriundos do extrativismo do látex de seringais naturais localizados na Reserva Extrativista Chico Mendes e que cujos trabalhadores e processo produtivo já estão organizados em razão da produção para a Fábrica de Preservativos Masculinos de Xapuri – Preservativos Natex.

Com a implantação do programa a produção inicial será de 80 mil bolas/ano, produtos biodegradáveis. (Agência de Notícias do Acre)