Pular para o conteúdo

Saiba o que abre e fecha na Capital durante a folia

As agências bancárias não funcionam na segunda e na terça-feira. Na Quarta-feira de Cinzas, o atendimento acontece no horário de 12 às 16 horas. Mas a Federação Nacional dos Bancos garante que os boletos com vencimento nos dias 15 e 16 poderão ser pagos sem multa no dia 17. Loterica12
Os servidores públicos, bem como alunos de escolas municipais e estaduais, só devem voltar à ativa na quinta-feira (18).  As lojas do centro comercial de Rio Branco funcionam até hoje e só reabrem na quarta-feira de Cinzas.

Serviços essenciais como à coleta de lixo, o plantão funerário e o atendimento em hospitais não param durante o Carnaval. Confira abaixo o que funciona e o que não funciona durante a folia.

# Bancos – O atendimento ao público será suspenso na segunda (15) e terça (16), normalizando a partir das 12h da Quarta-feira de Cinzas.

# Supermercados – Funcionam normalmente durante todo o feriado.

# Transportes – Ônibus com sistema de integração no Terminal Urbano funcionam até às 23h. Após esse horário o transporte de passageiros passa a ser feito por moto-táxis e táxis.

# Casas lotéricas – Ficarão fechadas durante o feriado. Por isso, não ocorrerá sorteio e apuração das loterias federais na segunda e terça-feira.

# Correios – A orientação é para que as agências fun-cionem normalmente sábado e segunda. Na terça-feira, devem abrir somente aquelas que já são acostumadas a funcionar nos dias de feriado.

# Lojas – Fecham no domingo e voltam a funcionar na Quarta-feira de Cinzas.

# Emergência – Pronto- Socorro, Samu, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, funcionam normalmente.

# Drogarias – As do grupo Araújo, de plantão e de sistema 24horas abrem normalmente.

# Posto de Gasolina – Abrem normalmente durante todo o feriado.

# Órgãos Públicos – Ponto facultativo na segunda, com o feriado de terça o trabalho deve ser normalizado ao meio-dia de quarta.

Hemoacre fica aberto durante Carnaval 

FABIO PONTES

Os dias de folia são os que mais exigem atenção aos responsáveis por coletar e manter os estoques das bolsas de sangue. É durante o Carnaval em que a necessidade de sangue é maior, mas a oferta nem sempre é suficiente para atender a demanda. Um problema que acontece em todo Brasil. Para manter seu banco com um bom estoque, o Hemoacre deixará sua estrutura aberta para os doadores que não apreciam a festa popular.

Uma das formas encontradas pelo Hemoacre para evitar escassez de sangue é realizar a coleta em cidades que tradicionalmente ficavam de fora da programação do órgão. Nessa semana, o ônibus do Hemoacre que realiza a coleta itinerante esteve em Acrelândia e Brasiléia. Ontem, o veículo ficou estacionado no Calçadão do Passeio. Mesmo com suas portas abertas durante o Carnaval (exceto no domingo) não há muitas perspectivas de receber doadores.

A principal causa para isso é que a grande parte deles não está apta a doar sangue, já que não apresentam as condições necessárias. O consumo de álcool afasta os doadores dos centros de coleta. Para doar, não se pode ter consumido bebida alcoólica nas 24 horas antes da doação. Entre os tipos sanguíneos mais necessários no estoque do Hemoacre estão o O+ e o A+.

Responsável por abastecer todas as unidades hospitalares do Estado, o Hemoacre conseguiu manter, em 2009, o seu banco de bolsas com a quantidade sufi-ciente. Além de Rio Branco, Cruzeiro do Sul também conta uma unidade especializada em realizar todo o processo de coleta. Na falta naquela região, o hemocentro da Capital envia bolsas para lá.