Som quer o Vasco mais ofensivo no domingo

Logo na entrada do treino, o técnico Edson Maria, o “Som”, e seu auxiliar técnico, Ulisses Torres, foram categóricos em afirmar que a AD Vasco da Gama precisava ser “mais ousado”. A intenção é sair da formação com apenas um atacante para dois, sem confirmar se um deles seria o jovem tarauacaense Valquid.

“Temos cinco jogadores disputando a posição: Rickson, Gerônimo, Gilberto, Valquid e João Firmino, mas somente no coletivo e no treino técnico/tático é que iremos começar a definir”, ressaltou Som. “Queremos mudar a nossa forma de jogar, começando pelo ataque”, avaliou o técnico.

Durante a entrevista, Som fez questão de elogiar a postura tática do Plácido de Castro dentro de campo e garantiu trabalho difícil. “É uma equipe alta, boa virada de jogo, jogadores de boa técnica, porém precisamos neutralizar suas vantagens”, garantiu.

Quando indagado sobre com quantos pontos imaginava poder se classificar em 4º, o técnico preferiu analisar o Estadual: “O Náuas era favorito e perdeu para o Independência, o Rio Branco também e não apresentou tudo o que se falou, o Atlético foi muito comentado, porém não correspondeu, enquanto a Adesg, tida como uma equipe fraca, nos venceu. Então, em cima disso, acredito num campeonato muito complicado para todos”, advertiu.

Esse mesmo pensamento teve o zagueiro Luiz Carlos. “Tínhamos a vantagem de não confrontar com nenhum dos considerados grandes na fase inicial, porém perdemos pontos preciosos que precisamos recuperar, isso caso queiramos chegar no G4”, disse. “Perdemos para nós mesmo”, lamentou.

Reintegração – Antes de iniciar o treino, o zagueiro Marinho teve uma conversa com Ulisses Torres, posteriormente com toda a comissão técnica. O jogador havia sido afastado do grupo, porém após a conversa o jogador acabou reintegrado ao grupo. “Não é nossa intenção prejudicar ninguém, porém é preciso doação de todos”, disse Ulisses.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation