Pesquisa mostra que quase metade da população em Rio Branco está com contas atrasadas

Dados do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac) constatam que 47% dos consumidores do comércio varejista de Rio Branco têm contas atrasadas. A pesquisa foi feita no período de 10 a 26 de fevereiro, com 240 pessoas de 38 bairros da capital.

Dos entrevistados com dívidas, 19% estão com mais de 45 dias de atraso. Destes, 51% não sabem sequer precisar o período de pendência.
O estudo revela que 73% da população vivem com renda média de até cinco salários mínimos mensais, sendo que 16% têm renda inferior a um salário mínimo.

Em relação à ocupação dos entrevistados, 33% têm registro em carteira e 23% fazem atividades remuneradas por conta própria.

Indagados se desenvolvem alguma forma de planejamento com a renda familiar, 50% responderam positivamente e 43% disseram ter cautela quando alguma dívida pode representar conseqüências danosas.

Quantos aos motivos para a falta de pagamento das dívidas, 22% dos entrevistados atribuem ao descontrole e 18% culpam a redução de ganhos. Para a regularização das pendências, 28% dizem que vão cortar gastos e 8% não demonstram qualquer preocupação com a inadimplência. (Assessoria Fecomércio)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation