Mais dois são presos acusados de assaltar Banco do Brasil de Feijó

A equipe do serviço de inteligência da Polícia Civil prendeu ontem, no Centro de Rio Branco, mais dois suspeitos de assaltar o Banco do Brasil em Feijó, em outubro de 2009. O nome dos indivíduos não foi divulgado, por motivo de segurança. Eles foram denunciados como sendo os primeiros a fazer o levantamento da região, verificando a rotina diária de trabalho da agência e também os possíveis meios de fuga para os assaltantes.

Os indivíduos negam qualquer participação no assalto, mas o delegado responsável pelo caso, Getúlio Teixeira, de Feijó, pediu a prorrogação da prisão dos suspeitos por mais cinco dias, para avançar nas investigações.

Além deles, dois outros  acusados estão presos. Um dos envolvidos, Eurico Rocha do Nascimento, foi condenado a 30 anos de prisão. Já o líder da quadrilha, João Luis Baranoski, que está preso em Rio Branco, teve seu processo desmembrado, tendo em vista ser réu em outros processos criminais, entre os quais na Justiça do estado do Mato Grosso.

Em vídeo, o assaltante Eurico da Rocha revelou que o assalto começou a ser tramado dentro do presídio Francisco de Oliveira Conde.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation