Pular para o conteúdo

Lula diz que país contrariou o óbvio ao acreditar no mercado interno

Lula_2004

São Paulo – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (2) que o país contrariou o óbvio ao acreditar no mercado interno para enfrentar a crise financeira internacional. Segundo ele, a economia brasileira pode alcançar a quinta ou sexta colocação no ranking mundial se continuar estimulando o mercado interno e se projetando no externo.

“A arte da boa governança é fazer o óbvio”, disse. “O povo começou a acreditar nas coisas simples”, completou ao participar hoje (2) da inauguração de uma fábrica de máquina agrícolas em Sorocaba, São Paulo.

De acordo com Lula, o estímulo ao crédito também foi primordial para o país se destacar no cenário internacional. Ele disse que, em março de 2003, o país tinha R$ 381 bilhões de crédito. “É óbvio que em um país capitalista as coisas não iriam [acontecer] sem crédito”.

Hoje, segundo ele, o Brasil tem R$ 1, 41 trilhão em crédito e só o Banco Banco tem tudo o que o país inteiro tinha em 2003. “Quero transformar o Banco do Brasil no banco mais importante do país”, ressaltou. (Agência Brasil)