Pular para o conteúdo

Gazetinhas 16/04/2010

* Todo mundo focado no caso do adolescente Fabrício.

* E olha que já completou um mês.

* A propósito, leitor manda e-mail com uma sugestão interessante.

* Segundo ele, se o corpo do menino foi jogado mesmo num açude e os bombeiros não estão conseguindo achar, por que a polícia não obtém uma ordem judicial para esvaziar o açude?

* Faz sentido. Se é mesmo um açude, deve ter barragem, a barragem deve ter sangradouro, esvazia e se saberá se o corpo está lá ou não.

* Até porque o açude enche de novo.

* Elementar.

* Pelo sim, pelo não, na falta de pistas, a família recorreu ontem ao sobrenatural, acendendo velas dentro de cuias para as velas indicarem o local onde ele estaria.

* Uma tradição antiga, que foi usada, recentemente, no Igarapé São Francisco, para localizar o corpo de um estudante afogado.

* Coincidência ou não, o corpo do estudante foi achado quando os bombeiros já haviam desistido das buscas.

* Tudo é possível, tudo é possível.

* Mas o mais indicado mesmo é que o Estado contasse com um instituto de criminalística dotado de aparelhos mais modernos, precisos.

* Manhã movimentada ontem no Centro da cidade com os professores licenciados rufando os tambores chamando para a greve.

* Não dá para entender.

* O governo diz que investiu na Educação, que paga os melhores salários do país, mas não foi o que se ouviu ontem dos professores.

* Alguma coisa não está batendo.

* Polêmica acesa em todo o país por conta da aprovação pela Câmara Federal de Projeto de Lei, que pune até com prisão quem manifestar algum preconceito contra os homossexuais.

* Evangélicos e mesmo católicos estão chiando porque, se o projeto for aprovado em todas as instân-cias, não poderão mais citar várias passagens da Bíblia.

* Bobagem.

* Leitor Fernando Daniel Faria manda e-mail corrigindo nota da coluninha.

* Segundo ele, foi na década de 80 e não de 70 que um Boeing da Vasp atolou no aeroporto do Segundo Distrito.

* (Sobre a coluneta, caro Fernando, é só mais um tempo para concluir o livro).

* Presidente da Academia Acreana de Letras, Clodomir Monteiro, abrindo protocolo para o preenchimento de cinco cadeiras.

* Quem se habilita?

* Dim presta atenção no trabalho. Deu agora para passar o dia nas imediações da Maternidade apre-ciando as formas da fofucha.

* Jogadores da Adesg do Quinari estão para abandonar o Campeonato Acreano de Futebol.

* Com salários atrasados, reclamam que estão passando fome e os que vieram de fora estão para ser despejados do hotel.

* Um deles desmaiou outro dia no treino no momento em que iria bater escanteio.

* Tomou distância, correu pra bola e buft.