Sesi faz avaliação da Ação Global com parceiros

Investigação apreciativa. Este é o nome da reunião avaliativa que o Sesi realizou na manhã de ontem, 15, com aproximadamente 50 parceiros da Ação Global, entre instituições governamentais e empresas. O objetivo é justamente dar voz àqueles que trabalham incansavelmente para que o mutirão da cidadania obtenha o êxito desejado: qualidade no atendimento e nos serviços prestados.

“Essa é a primeira vez que fazemos uma reunião dessa natureza, não só aqui, mas nos demais departamentos regionais que estamos percorrendo. Queremos ouvir as pessoas que prestam serviços na Ação Global, o que elas têm de experiência positiva para nos ajudar a planejar e melhorar ainda mais o evento, dando voz àqueles que trabalham diretamente nele”, afirmou Sônia Magalhães Beraldi, gerente de Responsabilidade Social do Sesi/PR e consultora do Departamento Na-cional do Sesi para as investigações apreciativas, juntamente com Maria Cristina Rocha, especialista na área.

De acordo com Jacimar Antônio da Silva, coordenador da Ação Global no Acre, após as dinâmicas realizadas durante o encontro, em que 10 indicadores serão avaliados (como serviços de saúde, atendimento etc.), as consultoras do Departamento Nacional entregarão ao Sesi/AC o resultado da avaliação. “Até sábado (17), estaremos com o resultado em mãos para podermos agir nas oportunidades de melhorias que nos forem apontadas. Receberemos uma visão local do nosso evento, respeitando as nossas especificidades. Mas também teremos uma visão nacional, para agirmos em conformidade em todo o país”, explicou ele.

Estiveram presentes na reunião representantes de empresas como a Guascor, TV Acre, Eletronorte, indústrias de alimentos e instituições como Procon, Secretaria Municipal de Assistência Social (Semcas), Ibama, 4º BIS e Liga Acreana de Kung Fu. “Participamos desde sempre da Ação Global e estamos aqui para saber em que mais podemos colaborar, discutir alternativas de melhorias para incrementar ainda mais este grande evento em prol da cidadania”, afirmou Ricardo Mendes, diretor regional da TV Acre.

Segundo o superintendente do Sesi/AC, José Carlos de Oliveira Filho, é impossível para a instituição conseguir realizar um mutirão de tamanha magnitude se não fosse pela união das forças de todos os parceiros. “Por isso, estamos aqui para ouvi-los e fazer uma reflexão sobre as oportunidades de melhorias de atendimento, prestação de serviços. Somos um Estado pequeno e pobre, de grande exclusão social. A prova é tanta que em outros departamentos não se faz mais emissão de documentos de identidade e aqui esse tipo de serviço é o mais demandado”, exemplificou.

No ano passado, a Ação Global emitiu 1.403 CPFs, 538 carteiras de trabalho, 503 RGs e 480 documentos em geral. Houve mais de 10 mil atendimentos em saúde e 92 parceiros (27 empresas e 65 instituições) estiveram à frente das atividades. Neste ano, a Ação Global acontece no dia 22 de maio. (Ascom Fieac)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation