Pular para o conteúdo

Centros automotivos e oficinas fazem cursos e treinamentos para melhorar qualidade

O mundo automobilístico mudou, por isso as lojas de autopeças, oficinas e eletromecânicas também estão passando por uma verdadeira transformação para manejar melhor os modernos equipamentos e atender bem aos seus clientes para conquistar sua confiança.

Essa mudança está sendo promovida pelo projeto de Fortalecimento dos Centros Automotivos e oficinas de Rio Branco que é executado pela Unidade de Atendimento Coletivo em Comércio e Serviço, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae do Acre em parceria com o Sindicato do Comércio de Peças (Sincopeças) de Rio Branco.

Trabalhando há mais de 20 anos como mecânico, Antônio Nascimento da Silva proprietário da Eletrofer lembra que: “até há bem pouco tempo, ser mecânico era ser discriminado por andar sujo e mal arrumado, sempre fomos vistos como pessoas grosseiras que trabalhavam em ambientes desarrumados. Acontece que nestes últimos 15 anos a indústria dos automóveis mudou, os carros ficaram melhores com modernos equipamentos e revestimentos internos mais delicados, além de que agora há um grande número de mulheres dirigindo e que não se sentiam bem entrando nas oficinas. É por isso que procuramos ajuda do Sebrae, ou seja, para melhorar a qualidade de nossos serviços e atendimento ao público para continuarmos no mercado!” 

Quatro anos depois de iniciarem as primeiras conversas com o Sebrae, Antônio reconhece que: “Ainda precisamos avançar bastante para chegar onde queremos, mas os cursos, palestras e treinamentos oferecidos pelo Sebrae foram fundamentais para abrir nossos olhos para essa nova realidade e isso já está causando uma verdadeira transformação nas oficinas que participam do projeto. Nelas hoje proprietário e colaboradores trabalham uniformizados e limpos, o ambiente interno está limpo e organizado, oferecemos serviços melhores e mais modernos e buscamos nos relacionar muito bem com os clientes para que eles fiquem satisfeitos e voltem sempre”, destaca Antônio.

As mudanças ultrapassam o mundo das aparências como esclarece Antônio: “Aprendemos a nos relacionar melhor com os clientes e encará-los como patrões, enquanto profissionais, cursos como o de injeção eletrônica para motores à diesel como o que recebemos no ano passado são muito importantes para que a gente ofereça serviços de qualidade em veículos mais modernos. Hoje estou consciente de que com a velocidade que a indústria automobilística está avançando, vou viver o resto da vida estudando, eu gosto de aprender”.

Melhorar sempre
Proprietário da Veroacre, Rivaldo de Souza Lima que é sócio e diretor do Sincopeça participou das reuniões em que foram discutidos os problemas e elaborado o projeto que hoje é executado em parceria com o Sebrae. “As coisas foram mudando e cada um de nós ia investindo em fazer cursos e treinamentos, mas sozinhos a gente não estava conseguindo acompanhar o ritmo das transformações.

Com o projeto o Sebrae vem trazendo gente especializada para nos orientar, já participamos de eventos e feiras fora do Estado, melhorarmos nossos  serviços e atendimento são público, mas o importante mesmo é que com o projeto nós que sempre fomos concorrentes ficamos mais próximos e unidos e isto fortalece nosso sindicato e com ele o próprio setor”. (Ascom Sebrae)