IBGE aponta Estado responsável por 37% do pessoal ocupado no Acre

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) confirma a administração pública como a principal força empregadora do Acre. O Cadastro Central de Empresas (Cempre), pesquisa que avalia o comportamento das principais atividades econômicas, aponta o poder público como responsável por 37,7% do pessoal ocupado. O dado se contrapõe aos números do governo que apontam a iniciativa privada como sendo a principal força empregadora.

Com toda sua força, o Estado é responsável por 34,51% do pessoal assalariado e 47% dos salários pagos. Os dados da pesquisa são referentes ao ano de 2008, mas não mantém diferença do atual cenário. A administração estatal corresponde por 1,22% das organizações que fazem parte do Cempre, que no Acre tem um universo de 8,8 mil empresas cadastradas.

Mesmo com a participação ínfima, o Estado é o líder nos principais indicadores. Um exemplo está na média de salários pagos. A média de remuneração do governo é de 4,5 salários mínimos. Entretanto, os melhores ganhos estão relacionados às atividades financeiras e seguros – 6,8 salários. O setor de oficinas e lojas de auto-peças lideram o ranking do perfila das empresas acreanas.

Juntas, elas respondem por 49,9% do total. Outra atividade de destaque é a de educação (7,6%), com 16% do pessoal ocupado e 17,74% dos assalariados.  Dentro da categoria educação encaixam-se desde escolas de educação primária até superior. A média da renumeração dentro dessa categoria é de 4,2 salários mínimos.     

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation