Motoristas e cobradores de ônibus discutem greve

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Coletivo e de Cargas do Acre (Sinttpac), Celina Ferreira, confirmou para quarta-feira, 19, a assembléia geral da categoria que vai discutir a possibilidade ou não de ser deflagrada uma greve na Capital.

Segundo ela, o encontro será realizado em dois turnos, às 8h da manhã e às quatro da tarde, de forma que nenhum trabalhador fique de fora do debate. Ontem, o sindicato esteve no Ministério Público do Trabalho (MPT), onde foi realizada uma audiência de conciliação com o sindicato patronal.

O resultado do que foi discutido na audiência será repassado junto com os demais informes na assembléia de amanhã. O Sindicato já demonstrou interesse em um acordo amigável para que não seja necessário deflagrar a greve e assim prejudicar a população.

A principal reivindicação da categoria está relacionada à jornada de trabalho, que segundo o sindicato é estressante. Os servidores do turno da manhã iniciam às três horas da madrugada e só param às duas da tarde, sem direito a café da manhã ou almoço. “Nós só queremos o que é justo”, garante Celina.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation